sexta-feira, 18 de março de 2011

Cinema - MOSTRA DE FILMES QUEBEQUENSES

MOSTRA DE FILMES QUEBEQUENSES

De 18 a 20 de março de 2011

Mostra em comemoração ao Dia Internacional da Francofonia

(20 de março)

Realização:

Aliança Francesa de Curitiba

Entrada franca

Classificação 16 anos para os filmes

Filmes na versão original em francês com legendas em português

Dia 18, às 15h45:

A ÚLTIMA FUGA – La dernière fugue (Canadá/Luxemburgo, 2010 – 92’ – 35mm). Direção de Léa Pool. Roteiro: Léa Pool, Gil Courtemanche. Empresa Produtora : Equinoxe Films, Iris Produtions. Produção: Lyse Lafontaine, Michael Mosca, Nicolas Steil. Fotografia: Pierre Mignot. Montagem: Michel Arcand. Música: Lingo. Elenco:Jaques Godin, Andrée Lachapelle, Yves Jacques, Aliocha Schneider Contato: E1 Entertainment

Como todo ano, a família Lévesque se reúne para sua tradicional celebração natalina. Mas desta vez o clima é outro: patriarca está sofrendo de mal de Parkinson e suas recomendações médicas estritas tiram um pouco do brilho da festa. Nos meses que se seguem, a família fica dividida entre seguir as recomendações rígidas do neurologista ou preservar os pequenos prazeres do pai em seus últimos anos de vida. Mas o amor de sua devotada esposa, a cumplicidade do filho mais velho e do netinho Sam lhe trazem uma felicidade inédita. Adaptado de Une Belle mort, de Gil Courtemanche.

Léa Pool

Nasceu em 1950, na Suiça. Formou-se em Comunicação na Universidade de Québec, no Canadá. Dirigiu diversos curtas-metragens, vídeos e programas de televisão. Em 1984, realizou seu primeiro longa, La Femme de l'hôtel, exibido no Festival de Berlim e ganhador do prêmio da FIPRESCI no Festival de Montreal. Entre seus filmes, destacam-se ainda Emporte-Moi (1999), Prêmio do Juri Ecumênico no Festival de Berlim, e Assunto de Meninas (2000).

Às 18h:

AMORES IMAGINÁRIOS – Les Amours imaginaires (Canadá, 2010 – 95’).Direção, Roteiro e montagem: Xavier Dolan. Empresa Produtora : Mifil/films. Produção: Xavier Dolan, Daniel Morin, Carole Mondello. Fotografia: Stephanie Weber-Biron.Elenco:Jaques Monia Chokri, Niels Schneider, Xavier Dolan.Contato: Rezo Films International

Francis e Marie são amigos inseparáveis. No entanto, suas vidas mudam quando conhecem Nicolas, charmoso rapaz do interior que acaba de se mudar para Montreal. Um encontro se sucede ao outro - seriam eles imaginários? - e os três logo se tornam um grupo inseparável. Mas Francis e Marie, ambos apaixonados por Nicolas, desenvolvem fantasias obsessivas em torno de seu objeto de desejo comum. À medida que atravessam as típicas fases da paixão, embarcam numa verdadeira disputa pela atenção do rapaz, comprometendo sua antiga amizade. Mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes 2010.

Xavier Dolan

Nasceu em Montreal, em 1989. Começou a atuar em comerciais televisivos aos quatro anos. Desde então trabalha como ator de cinema e televisão, tendo participado de filmes como J'en suis!(1997), de Claude Fournier, La Forteresse suspendue (2001), de Roger Cantin, e Mártires (2008), de Pascal Laugier. Estreou na direção em 2009, com o filme Eu Matei a minha mãe, que lhe rendeu três prêmios na quinzena dos realizadores de Cannes.

Às 20h:

CURLING (Canadá, 2010 – 92’). Direção e roteiro: Denis Côté. Empresa Produtora: N1h/L Productions. Produção: Stephanie Morissette, Denis Côté. Fotografia: Josée Deshaies. Montagem: Nicolas Roy. Elenco: Emmanuel Bilodeau, Philomène Bilodeau, Roc Lafortune, Sophie Desmaeais. Contato: Doc & Film

Jean- François é pai solteiro e mora numa vila no interior de Québec. À noite, trabalha em um boliche deserto e, de dia em um hotel decadente. Temeroso que sua filha de 12 anos, Julyvonne, seja machucada pela sociedade como ele foi, faz o que pode para isolá-la em casa. Mas alguns acontecimentos inesperados colocam em risco o frágil equilíbrio da relação: um menino desaparece de casa e Julyvonne descobre cadáveres na mala próxima. No entanto, o encontro com um tigre pode ajudá-los a se libertar de suas próprias prisões. Leopardo de Melhor Direção no Festival de Locarno.

Denis Côté

Nasceu no Canadá, em 1973. Dirigiu diversos curtas-metragens, entre eles Des Tortues dans la pluie (1997), Seconde valse (2000) e la Sphatte (2003). Seu primeiro longa, Les États nordiques (2005), ganhou o Leopardo de ouro - vídeo no Festival de Locarno. Já Elle veut le chaos (2008) venceu o Leopardo de Prata de Melhor Diretor no mesmo festival. Em 2009, Carcasses (2009) foi selecionado para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

Dia 19, 15h45:

AMORES IMAGINÁRIOS (Canadá, 2010 – 95’).Direção

Às 18h:

CURLING (Canadá, 2010 – 92’). Direção e roteiro: Denis Côté

Às 20h:

A ÚLTIMA FUGA (Canadá/Luxemburgo, 2010 – 92’ – 35mm).

Dia 20, às 15h45:

CURLING (Canadá, 2010 – 92’). Direção e roteiro: Denis Côté.

Às 18h:

A ÚLTIMA FUGA (Canadá/Luxemburgo, 2010 – 92’ – 35mm).

Às 20h:

AMORES IMAGINÁRIOS (Canadá, 2010 – 95’).Direção

PROGRAMAÇÃO CINEMA CURITIBA

PROGRAMAÇÃO

De 18 a 24 de março de 2011

CINEMATECA - Sala Groff - Rua Carlos Cavalcanti nº 1174 fone 41 3321-3252 (diariamente das 09h às 12h e das 14h às 22h30 – sábados e domingos das 14h30 às 22h30) www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br

MOSTRA DE FILMES QUEBEQUENSES

De 18 a 20 – sessões às 15h45, 18h e 20h - entrada franca

(ver programação anexa)

Exibição dos filmes:

A ESTÓRIA DE CLARA CROCODILO (BR/SP, 1980 -11’ – ficção - DVD). Direção de Cristina Santeiro, com Arrigo Barnabé, Durval de Souza, Célia Maracajá, e Fernando Vaz.

A penitenciária estadual, o presídio mais bem guardado e vigiado do país, guarda, numa cela especial, o inimigo público número um - Clara Crocodilo.. Paralelamente, um estranho personagem, apenas um repolho, começa a insinuar-se. Aparece ao lado das construções como uma espécie de monumento surreal. Na mesa do Chefe de Polícia é armazenado como arsenal. Para auxiliar Clara, arma-se um despacho de Umbanda dedicado a Ogum Guerreiro, Clara consegue fugir e é ferozmente caçado enquanto os repolhos conseguem ocupar o lugar das cabeças

ORQUESTRA A BASE DE SOPRO (BR, 2009 – 60’ – documentário-DVD). Direção de Sebastião Interlundi Jr.

Arrigo Barnabé se tornou um dos líderes da vanguarda paulista, baseando seu trabalho na experimentação e demonstrando influências do dodecafonismo erudito. Seu trabalho é eclético, mesclando a vanguarda da música erudita contemporânea com música pop e rock pesado.

Clara Crocodilo é um dos melhores discos da música brasileira das últimas décadas e o repertório é uma preciosidade. A saga de Clara Crocodilo, que é precedida de Office boy formando uma única história, que por sua vez é ligada a cada música anterior.

Classificação livre para os dois filmes

Dias 21, 22 e 24, sessões às 15h45, 18h e 20h

Dia 23, sessão somente às 15h45 e 18h

Entrada franca para todas as sessões

Atenção: no dia 21, às 20h – sessão comentada com a presença do diretor do filme Sebastião Interlundi, do diretor artístico Sérgio Albach e demais integrantes da Orquestra.

Lançamento:

DANÇAS DO CORAÇÃO (BR/PR, 2011 - 30 minutos). Realização: Alunos da Oficina de Vídeo Avançada do Projeto Olho Vivo Carlos Vogel, Christiane Spode, Fernanda Simões, Giselle Nicaretta, Grace Ignatowicz, Guilherme Bucco, Melanie Narozniak, Thomas Kuhn e Tyago Martins. Coordenação: Luciano Coelho.


Entre passos de dança em salões de baile, se constroem e se solidificam as relações de um grupo de homens e mulheres que vivem a chamada terceira idade. A música e a dança embalam suas vidas e mantêm vivo o desejo de amar e ser amado. Estes homens e mulheres falam de amor, de um amor maduro e carregado de experiência, mas que pode ser tão arrebatador quanto o dos tempos de juventude. Sem pudores, eles refletem sobre fidelidade, confiança, ciúme, sexo e traição, e deixam seus corações nos contar sobre os amores que se foram e sobre suas novas paixões.

Classificação livre

Dia 23, às 20h – entrada franca

EVENTOS - lançamentos




































um lançamento

MUSICA - tributo “Adoniran”


A Cia 3 de Paus apresenta o tributo “Adoniran” no Teatro da CAIXA

Espetáculo une música e dança para celebrar o centenário do sambista Adoniran Barbosa

A CAIXA Cultural Curitiba homenageia o sambista paulistano Adoniran Barbosa com o espetáculo “Adoniran”, da Cia 3 de Paus, de 25 a 27 de março. Inspirada no universo das poesias de Adoniran Barbosa, a peça mistura dança contemporânea e cenas teatrais ao som de violão, pandeiro, caixa de fósforos e sapatos, tendo como trilha sonora os maiores clássicos do artista.

O espetáculo, criado em 1998, retornou aos palcos em 2010 para comemorar o centenário do sambista e entrou na programação de 2011 dos teatros da CAIXA Cultural Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo. A Cia 3 de Paus, composta por Aguinaldo Bueno, Sergio Rocha e Vitor Bassi, mergulha no romantismo, no samba, na solidariedade e na resignação para traduzir Adoniran, ao som de músicas originais e releituras feitas pelos intérpretes, executadas ao vivo, incluindo percussão corporal e sapateado.

"Trem das Onze", "Tiro ao Álvaro" e "Bom Dia Tristeza" estão entre os clássicos que serão apresentados na montagem, que conta com bom humor e um toque nonsense. O espetáculo reafirma a opção pela simplicidade e pelo samba; o samba que se desenvolve a partir de uma singular caixa de fósforos, numa cadência única e reveladora do caráter criativo e universal da música popular brasileira, onde Adoniran figura como um dos seus mais ilustres personagens.

A Cia 3 de Paus realiza ainda workshop de dança, percussão corporal e sapateado brasileiro. O workshop acontece no sábado (26), das 16h às 18h, e é destinado a bailarinos, atores, músicos, sapateadores e estudantes de artes cênicas em geral. Os ingressos serão distribuídos na bilheteria do teatro, por ordem de chegada, a partir das 15 horas, até completar o número de 20 vagas.

Mais informações sobre o espetáculo podem ser acessadas no endereço www.caixa.gov.br/caixacultural, no twitter (adoniran_teatro) ou no facebook (http://www.facebook.com/pages/Espetaculo-Adoniran-Cia-3-de-Paus/148775681848886).

Adoniran Barbosa

Adoniran Barbosa, poeta do samba e filósofo do cotidiano que captou em suas músicas tanto da alma de um povo, dizia que compunha suas canções andando, no ritmo das passadas que o levavam por entre ruas e viadutos aos verdadeiros redutos da boemia paulistana. Ele, como poucos, falou sobre a paisagem urbana, os amores, as tragédias, os reveses, os acasos e descasos do dia a dia. Compôs os sucessos “Samba do Arnesto, “Trem das Onze, “Saudosa Maloca, entre muitos outros.

Cia.3 de Paus

Aguinaldo Bueno é bailarino e músico, dançou na Cia. República da Dança e no Balé da Cidade de S. Paulo; Sergio Rocha é bailarino, coreógrafo, percussionista, cantor e atualmente dirige a Cia. Repentistas do Corpo; e Vitor Bassi é ator e bailarino, tendo participado do Núcleo Omstrab e da J.GarCia. Dança Contemporânea.

Artistas com experiência no Brasil e no exterior, o trio busca a síntese de linguagens entre dança, canto, percussão corporal e teatro, na tentativa de traduzir a cultura brasileira, seus ícones, sua alma e seus sentimentos trazidos à tona em um tom leve e singelo; rítmico e dinâmico, sem nunca perder o respeito à profundidade da nossa cultura.

Ficha Técnica

Elenco: Aguinaldo Bueno, Sergio Rocha e Vitor Bassi

Músicas: Adoniran Barbosa

Arranjos originais: Cia. 3 de Paus

Duração: 60 min

Serviço

Dança: Adoniran

Local: Teatro da CAIXA – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba/PR

Data: de 25 a 27 de março

Hora: sexta e sábado 21h e domingo 19h

Ingressos: R$10 e R$5 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)

Bilheteria: (41)2118-5111(de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, as 16 às 19h)

Classificação etária: Não recomendado para menores de 14 anos

Lotação máxima: 125 lugares (02 para cadeirantes)

www.caixa.gov.br/caixacultural

Workshop Interdisciplinar: Dança, percussão corporal e sapateado brasileiro

Local: Teatro da CAIXA – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba/PR

Data: 26 de março – Sábado das 16h às 18h

Vagas: 20

Público: Bailarinos, atores, músicos, sapateadores e estudantes de artes cênicas em geral

Ingressos: Os ingressos serão distribuídos na bilheteria do teatro, por ordem de chegada, a partir das 15 horas, até completar o número de vagas.

Workshops - teatro - 5º Encontro do Dia Mundial do Teatro

Itaú Cultural
convida
Interações em Cena - 5º Encontro do Dia Mundial do Teatro para a Infância e Juventude
[espetáculos, workshops, sarau e encontros com especialistas da área]
Local: Itaú Cultural - Av. Paulista, 149 [metrô Brigadeiro] - São Paulo (SP)
Data: de 19 de março a 3 de abril de 2011
Entrada franca em todas as atividades

O evento tem como objetivo abrir espaço para a discussão sobre a qualidade da produção em artes cênicas e oferecer ações de formação para profissionais e estudantes da área, além de interessados em geral. A atividade se propõe a aprofundar a reflexão sobre as possiblidades criativas envolvidas no trabalho dirigido ao público infantil e adolescente. A atividade é organizada pelo Núcleo de Educação Cultural do instituto, em parceria com o Centro de Reflexão do Teatro para Infância (CRTI).
A programação - que tem o humor como tema central - é composta de workshops, encontros com especialistas da área, sarau e espetáculos para crianças e toda família. A consultoria da programação é de Ana Luísa Lacombe, Deborah Serretiello e Gabriel Guimard, atores e criadores do CRTI.
PROGRAMAÇÃO resumida
[a programação detalhada com sinopses dos espetáculos, perfis dos grupos e palestrantes na página http://www.itaucultural.org.br/index.cfm?cd_pagina=2841&cd_materia=1520 ]
ABERTURA DO EVENTO
19 de março (sábado), às 20h
Palestra Inaugural: O Palhaço e a Criança - Um Paralelo Possível?
Em um rápido passeio sobre a história dos palhaços, os palestrantes pretendem ilustrar e comentar as reprises tradicionais revelando a chave de cada situação e identificando onde se instala o humor para vencer o temor.
com Alice Viveiros de Castro e Esio Magalhães (Barracão Teatro)
- ingressos distribuídos com meia hora de antecedência (247 lugares)

SARAU DE CELEBRAÇÃO - [em comemoração ao Dia Mundial do Teatro para a Infância e Juventude]
20 de março (domingo), às 19h Apresentação de trechos de algumas das melhores montagens da produção recente no segmento infanto-juvenis.
Amazônia Adentro (Cia Conto em Cantos); Cacoete (Barracão Cultural);Jogando no Quintal (Cia. do Quintal) e Na Arca às Oito (Cia. Paidéia de Teatro).
Classificação: livre. Duração: 90 minutos (cerca de 15 minutos cada trecho)
- ingressos distribuídos com meia hora de antecedência (247 lugares)


WORKSHOPS (dias 21, 22, 23, 24, 28 e 29 de março)
Observação: única atividade que requer inscrição antecipada. Ligue para 2168-1876 e faça a sua reserva.
sendo:
21 e 22 de março (segunda e terça-feira)
das 9h às 13h
tema: Introdução à Improvisação Teatral, com Rhena de Faria (Cia. do Quintal)

23 e 24 de março (quarta e quinta-feira) - (esta oficina já está com as vagas esgotadas)
das 14h às 18h
tema: Dramaturgia e Montagem de Clássicos para Crianças, com Angelo Brandini (Cia. Vagalum Tum Tum)

28 e 29 de março (segunda e terça-feira)
das 14h às 18h
tema: Histórias e seus Caminhos, com Marcio Moura (Centro Teatral e Etc e Tal)
. Para participar dos workshops é necessário inscrição antecipada pelo tel (11) 2168-1876.
. Apenas 20 vagas para cada workshop.
. Público alvo: atores, pesquisadores, educadores e estudantes de artes cênicas

ENCONTROS com espelistas e pesquisadores da área (dias 21, 22, 23 e 24 de março)
sendo:
21 de março (segunda-feira)
20h
Encontro com Wellington Nogueira, ator e fundador dos Doutores da Alegria
tema: Uma Experiência de Alegria em Meio à Adversidade

22 de março (terça-feira)
20h
Encontro com Maria Lúcia Pupo, professora no Dep. de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (EAD/USP)
tema: Risos e Sorrisos: o Público Jovem no Teatro

23 de março (quarta-feira)
20h
Encontro com Esio Magalhães, sócio fundador do Barracão Teatro
tema:
Palhaço para Crianças de Todas as Idades

24 de março (quinta-feira)
20h
Encontro com Dib Carneiro Neto, jornalista e ex-editor do Caderno2 de O. Estado de S.Paulo
tema:
Pecinha é a Vovozinha!
Observações: Todos os ENCONTROS são abertos ao público adulto e não há necessidade de inscrição antecipada. Os ingressos são ditribuídos 30 minutos antes do início de cada atividade. A lotação da sala (70 lugares) é por ordem de chegada. Local: Sala Vernelha.

ESPETÁCULOS (dias 26 e 27 de março e dias 02 e 03 de abril)
sendo:
26 e 27 de março (sábado e domingo)
16h
Draguinho - Diferente de Todos Parecido com Ninguém, com o Centro Teatral e Etc e Tal
Classificação: livre / Duração: 45 minutos

2 e 3 de abril (sábado e domingo)
16h
O Bobo do Rei, com a Cia. Vagalum Tum Tum
Classificação: a partir de 5 anos / Duração: 60 minutos
Observações: Atividade aberta ao público geral. Público alvo: crianças e toda famíla. Ingressos distribuídos 30 minutos antes do início do espetáculo (247 lugares)
ATIVIDADE EXCLUSIVA PARA ORGANIZAÇÕES SOCIAIS
Apresentação do espetáculo O Bobo do Rei, com a Cia Vagalume Tum Tum
Observação: Essa atividade requer agendamento antecipado, através do telefone 11 2168- 1876. O Itaú Cultural disponibilizará transporte. (Teatro para 247 lugares)
Dias: 31 de março, quinta-feira e 01 de abril, sexta-feira
ambas às 15h

PATRIMONIO - "A PEDREIRA É DE CURITIBA E DOS CURITIBANOS"

"A PEDREIRA É DE CURITIBA E DOS CURITIBANOS"

Pedreira Paulo Leminski é uma das grandes prioridades da Fundação Cultural

Há três anos impedida de sediar grandes espetáculos, a Pedreira Paulo Leminski continua sendo um dos mais famosos cartões postais da cidade, aberta à visitação pública graças ao empenho da Fundação Cultural de Curitiba. Mesmo obedecendo a uma decisão da 4ª Vara da Fazenda, que em 2008 acatou uma solicitação do Ministério Público para restringir a realização de eventos de grande porte, a Fundação mantém na Pedreira, com autorização judicial, uma programação que já faz parte da tradição cultural da cidade: a Paixão de Cristo.

A presidente da FCC, Maria Christina de Andrade Vieira, que acompanha de perto o processo judicial, afirma que no que depender da atuação da Fundação Cultural não serão medidos esforços para que a ação avance da melhor maneira possível, já que todas as partes envolvidas estão em consenso quanto à necessidade de regularização do uso da Pedreira como um espaço cultural da cidade de Curitiba. “A perícia, determinada pelo juiz Douglas Marcel Peres, responsável pelo caso, já está em andamento e, agora, aguardamos ansiosos esse resultado para que possamos dar encaminhamento ao que for preciso para que a ação corra da forma ágil, afinal, a Pedreira é de Curitiba e dos curitibanos”, declara. Para Maria Christina, este assunto é uma das grandes prioridades da gestão.

A antiga pedreira municipal, localizada no bairro Pilarzinho, transformou-se em espaço cultural em 24 de agosto de 1989, com a apresentação do espetáculo “Parceiros de Paulo Leminski”. O evento integrava o programa “Perhappiness”, criado pela Fundação Cultural de Curitiba em homenagem ao poeta, escritor, músico, compositor e publicitário curitibano Paulo Leminski, falecido dois meses antes, em 7 de junho de 1989. A inauguração oficial aconteceu em 30 de setembro de 1990, com a entrega da primeira etapa das obras de adaptação do espaço.

A Pedreira Paulo Leminski ocupa uma área ao ar livre de 110 mil m2, com capacidade para 25 mil pessoas, palco coberto, camarins, lago, heliporto, estacionamento privativo para artistas e equipes de produção, sala para ambulatório e área para convidados especiais. O palco tem 10 m de altura, 18 m de largura e 13,8 m de profundidade.

Cinema - Exposição Mirador exibe mostra de vídeo contemporâneo colombiano


Exposição Mirador exibe mostra de vídeo contemporâneo colombiano



Uma mostra de vídeo contemporâneo colombiano integra a exposição "Mirador", com curadoria da cearense Simone Barreto. Promovida pelo Centro Cultural Banco do Nordeste, a mostra acontecerá no espaço cultural Dança no Andar de Cima (rua Desembargador Leite Albuquerque, 1523A - Aldeota), em Fortaleza, com abertura no próximo dia 31 (quinta-feira), às 19 horas, com entrada franca. A visitação gratuita se estenderá de 1º a 14 de abril, no período de 14 horas às 20 horas.

No dia da abertura (31/03) da exposição, haverá um ônibus saindo do Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza (rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - fone: (85) 3464.3108) para conduzir as pessoas até o local da mostra. Da exposição, participam vídeos dos seguintes artistas convidados: Edwin Sanchez, Daniel Santiago Salguero, Lina Rodriguez e David Escobar, Jim Fannkugen Salas, Guillermo Marin Rico e Wilson Diaz.

Nos dias seguintes, haverá palestra com Edwin Sanchez (dia 1º, sexta-feira), exibição do 7º Festival de Performance de Cali (dia 2, sábado), além de debates sobre Imagem em Questão (dia 4, segunda-feira), Apresentação e Representação (dia 5, terça-feira) e Participação e Poética (dia 6, quarta-feira). De 2 a 6 de abril, a partir das 19 horas, a programação tem início com a exibição da série documental "Lo URGENTE!".

A proposta dessa exposição surgiu como resultado de uma residência artística e curatorial realizada por Simone Barreto na Colômbia, nos meses de outubro, novembro e dezembro de 2010.

Bogotá, Cali e Medellín foram algumas cidades visitadas e esta exposição propõe a apresentação de um recorte dessa produção local. A primeira é Bogotá: um bloco cinza, alto, no centro do país, incrustada na cordilheira oriental. A segunda é Medellín que, até os anos 1990, viveu com Cali um violento embate: a sangrenta disputa entre o Cartel de Cali e o Cartel de Medellín. Toda a violência em nome de cultivos, mercado consumidor de drogas, terra, ideologias e dinheiro.

Estas cidades como qualquer outra tem rotas proibidas. Partes do desenho do mapa são inacessíveis, não se pode percorrer, pois são ocupados por alguns grupos específicos. As obras que compõem essa mostra têm em comum não só os meios audiovisuais pelas quais são apresentadas, mas também porque nela observamos ações de registro, vigília, contemplação e conflito.

Alguns desses embates são temas frequentes na produção artística dos últimos anos, assim como as relações de força e poder entre o governo e a guerrilha. Todos trazem à tona questões presentes no cotidiano das cidades latino-americanas.

Em comum esses artistas agregam e agenciam produções coletivas como o Festival Internacional de Performance de Cali, o Salão Nacional de Artistas, a Residência en La Tierra, a Revista Invisible, o espaço de residências artísticas ElParche e a mostra municipal de videoarte Para Verte Mejor. Essas ações têm o intuito de diminuir a sensação de isolamento e de vivenciar outras formas de experiência nas artes.

Cinema - Musica - Arrigo Barnabé





Cinemateca exibe DVD de
Arrigo Barnabé com a Orquestra À Base de Sopro


A Cinemateca de Curitiba exibe na próxima semana o DVD do show realizado por Arrigo Barnabé e a Orquestra À Base de Sopro para comemorar os 30 anos da ópera-rock “Clara Crocodilo”. O show aconteceu em 2009, no Teatro Guaíra, e o DVD foi lançado em novembro do ano passado, na Virada da Corrente Cultural. As exibições na Cinemateca, com entrada franca, acontecem de 21 a 23 de março e integram a programação de aniversário dos 318 anos de Curitiba.

“Clara Crocodilo”, primeiro álbum lançado por Arrigo, inaugurou nos anos 80 o movimento cultural Vanguarda Paulistana. A música tornou-se um marco na MPB pela curiosa mistura de música serial-dodecafônica com rock e poesia marginal bem-humorada. A proposta de resgatar a obra, em arranjos especiais para orquestra de sopros, partiu do flautista Sebastião Interlandi Júnior. Integrante da Orquestra À Base de Sopro, o músico elaborou o projeto do DVD e obteve os recursos para sua execução pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Curitiba.

A gravação vem ganhando destaque, inclusive em sites internacionais. O site americano waysidemusic.com, que vende álbuns de música progressiva contemporânea de importantes nomes internacionais, colocou em seu catálogo o DVD gravado pelo compositor londrinense e a orquestra curitibana. A versão gravada em 2009 merece elogios do site, que destaca a sonoridade do trabalho, capaz de vencer qualquer barreira idiomática.

Junto com o DVD será apresentado, na mesma sessão, o curta “A estória de Clara Crocodilo”, de Cristina Santeiro, com Arrigo Barnabé, Durval de Souza, Célia Maracajá e Fernando Vaz. O filme foi produzido em 1980 e conta a história da personagem central da ópera-rock criada por Arrigo. No primeiro dia da exibição do DVD, às 20h, haverá debate com o diretor Sebastião Interlandi, e o diretor artístico da Orquestra À Base de Sopro, Sérgio Albach.

Serviço:

Exibição do DVD do show “Arrigo Barnabé e Orquestra À Base de Sopro – 30 anos de Clara Crocodilo”

Dias 21, 22 e 24, sessões às 15h45, 18h e 20h

Dia 23, sessão somente às 15h45 e 18h

Entrada franca.

EVENTOS - Música e literatura

Música e literatura são atrações em parques da cidade

Espaços urbanos voltam a receber atividades gratuitas de música e literatura, neste domingo (20), dentro da programação preparada pela Fundação Cultural de Curitiba. O Bosque Alemão será palco para o show do L. O. Trio, às 15h30, enquanto o Parque Barigüi sedia, das 10h às 18h, o Biblioparque, posto móvel de empréstimo gratuito de livros. O equipamento só não funcionará se estiver chovendo.

Formado por Luis Otávio (violão e guitarra), Sandro “Guaraná” Nascimento (baixo) e Denis Mariano(bateria), o L. O. Trio executará composições de Luis Otávio. O trabalho tem como influência os ritmos brasileiros como samba (Samba pra Bel), afoxé (Invernico) e baião (Norteño e Baião de três). O objetivo do trio é aproximar o público da música instrumental brasileira, apresentando obras inspiradas em ritmos tradicionais, mescladas com arranjos inovadores e modernos.

O Biblioparque, que integra as atividades culturais do domingo, é um equipamento inaugurado em outubro do ano passado, numa parceria entre a Fundação Cultural e a Vivo. Ele permite que os frequentadores dos parques emprestem livros gratuitamente, mediante apresentação de um documento. O Biblioparque integra o programa Curitiba Lê, desenvolvido pela Prefeitura para incentivar o hábito da leitura entre os curitibanos.

Serviço:

Música nos Parques

Show do L. O. Trio

Local: Bosque Alemão

Data e horário: 20 de março de 2011 (domingo), às 15h30

Entrada franca

Biblioparque

Local: Parque Barigüi

Data e horário: 20 de março de 2011 (domingo), das 10h às 18h

*Se estiver chovendo, o Biblioparque não poderá ser montado.

Agenda Cultural de 18 a 24 março


clique para ampliar

NOTÍCIA - BNB APOIA LOCALIZADOR CULTURAL

BNB APOIA LOCALIZADOR CULTURAL DE FORTALEZA

O Banco do Nordeste apoia o lançamento do Localizador Cultural de Fortaleza, projeto que fornece à sociedade um registro histórico-cultural dos principais equipamentos culturais da cidade.

O lançamento ocorreu nesta quinta-feira, 17 de março, no Theatro José de Alencar

O projeto contempla os seguintes produtos:

Equipamentos Culturais de Fortaleza
Livro que revela os principais bens culturais materiais, em funcionamento, pertencentes aos Governos Federal, Estadual e Municipal, bem como à sociedade civil, incentivando o acesso ao patrimônio artístico-cultural da capital cearense.

Catálogo dos Artistas
Livro de Fomento à Economia Cultural e criativa, que apresenta, de forma analítica, ordenada e criativa, os profissionais da cultura de Fortaleza, cadastrados em todas as regionais.

Cultura & Contexto
Livro de referência didática, que propõe, aos educadores, a reconstrução dos espaços urbanos e inserção dos destinos histórico-culturais no cotidiano dos fortalezenses, estimulando a pesquisa e as novas discussões acerca da identidade cultural local, primeiro passo para o protagonismo juvenil e consciência cultural.

Mapa Cultural
O primeiro Mapa Cultural de Fortaleza/Ceará/Brasil, com 116 bairros, traz a localização de 70 Equipamentos Culturais em funcionamento na capital cearense, Nordeste do Brasil.

Cartão Postal
Para motivar a difusão e o acesso ao patrimônio cultural material, foram criados Cartões Postais, com as principais informações histórico-culturais de Fortaleza.

Portal e Rede Social
Além de reunir, de forma interativa e geo-espacial, as informações contidas nos livros Equipamentos Culturais de Fortaleza e Catálogo dos Artistas, o portal Localizador Cultural de Fortaleza (www.localizadorcultural.com.br) congrega a primeira rede social de arte e cultura, na qual os artistas cadastrados postam seus fazeres culturais para o mundo e ainda contam com um sistema dinâmico de inter-relações profissionais e comerciais intangíveis.

MUSICA - Degustação musical


clique para ampliar

Homenagem - Zilah Abramo recebe homenagem pela sua luta pela democracia


Zilah Abramo recebe homenagem pela sua luta pela democracia


Zilah Abramo, presidente do conselho Curador da FPA,foi homenageada no 17 de março, na Câmara municipal de São Paulo, durante a Sessão Solene em Comemoração ao “Dia Internacional da Mulher” 2011. A vereadora Juliana Cardoso (PT) fez a homenagem enaltecendo a participação de Zilah no movimento pela redemocratização do país e sua atuação junto ao Comitê Brasileiro pela Anistia (CBA-SP), ao Partido dos Trabalhadores e à Fundação Perseu Abramo.

Além de Zilah também foram homenageadas: Vania Cristina Rodrigues Calado; Flora Santos Cipriano; Luzia de Almeida Leite; Irmã Rosane Ghedin; Ana Susi Klabono de Andrade; Tomoe Kanamori; Clara Augusto de Paula; Helenice Biancalana; Nádia R. Bacchi; Jacy de Biagi Mennucci, Maria de Fátima Neves de Souza; Maria José Mendes Carmassi; Mara Lúcia Sobral Santos; Maria Stela Graciani; Antonia Oliveira Alves; e Juveni Luz Barros Xenoktistakis

Leia depoimento de Zilah Abramo sobre o trabalho do Comitê Brasileiro pela Anistia (CBA-SP) na Exposição virtual 20 Anos: Anistia não é esquecimento

Leia também entrevista concedida por Zilah à jornalista Cláudia Costa da Revista dos Bancários









Exposições - Exposição Híbrido


Exposição Híbrido toma conta do Centro de Criatividade



Uma performance do artista italiano Göla e do artista curitibano PauloAuma marca a abertura da exposição de artes visuais “Híbrido”, às 14h30 deste domingo (20), no Centro de Criatividade de Curitiba. A mostra, que integra a programação comemorativa do aniversário de Curitiba e foi viabilizada por meio de edital do Fundo Municipal da Cultura, conta com instalações e telas em grandes formatos. A iniciativa faz parte de um projeto de arte contemporânea, proposto pelos artistas para suscitar reflexões sobre a interferência do homem na natureza e as transformações decorrentes disso.

PauloAuma e Gola são profissionais reconhecidos internacionalmente, com trabalhos exibidos em diversos espaços e, sobretudo, interagindo na paisagem urbana. Em “Híbrido”, cores gritantes, formas inimagináveis e seres fantásticos alertam para as rápidas transformações da atualidade e sobre os avanços tecnológicos obtidos em nome do progresso, do conforto, da vaidade e da riqueza.

Para a curadora de “Híbrido”, Elisabeth Seraphim Prosser, o Centro de Criatividade, no Parque São Lourenço, é elemento fundamental da exposição: “A natureza exuberante contrasta com a cidade construída e com o movimento de carros e ônibus, e o silêncio e a simplicidade da paisagem se opõem à confusão de sons e máquinas do cotidiano”.

Além de pintura em telas, grandes híbridos foram pintados nas paredes externas do CCC. “São paineis que, com descontração e irreverência, dialogam com o ambiente urbano e natural, bem como com a criança, o jovem, o cidadão comum”, destaca Elisabeth.

A exposição “Híbrido” integra a programação comemorativa do aniversário de Curitiba e foi viabilizada por meio de edital do Fundo Municipal da Cultura. Em cartaz até o mês de junho, a mostra convida para o questionamento, de forma artística e lúdica, oferecendo também atividades educativas.



Serviço: Exposição “Híbrido”, com obras do artista curitibano PauloAuma e do artista italiano Gola Local: Centro de Criatividade de Curitiba (Rua Mateus Leme, 4.700 – Parque São Lourenço) Data e horário: abertura às 14h30 do dia 20 de março de 2011. Em cartaz até 19 de junho de 2011. Horário de visitas: das 8h30 às 12h e das 13h às 21h (segunda a sexta); das 8h30 às 12h e das 13h às 18h (sábados); das 10h às 12h e das 13h às 18h (domingos). Entrada Franca

quinta-feira, 17 de março de 2011

ARTIGO - O Nascimento do Senhor Caitanya


Dia 19 de março comemora-se Gaura Purnima (Lua Dourada), o dia de aparecimento de Sri Caitanya Mahaprabhu, o Avatara Dourado!



Leia o Capítulo do Caitanya-Bhagavata cedido em cortesia pela BBT Brasil.
O Caitanya-Bhagavata, em seu total de cinquenta e cinco capítulos, encontra-se disponível para compra .

*

MUSICA - Cursos - IMCLP





Workshop de Voz e Canto

Sábado, 9 de Abril de 2011

Horário: 15h – 17h

Inscrições: 10 euros

Destinatários: Público Geral
Esta oficina destina-se a um público geral – não específico para Músicos ou para quem tem já conhecimentos nesta área – tendo como objectivos fundamentais demonstrar, através da prática, que a voz é um instrumento versátil e muito completo; desinibir os mais introvertidos e aproveitar o à-vontade dos restantes, proporcionando uma tarde animada.

Mariana Vergueiro tem vindo a orientar diversas experiências de trabalho com grupos desta natureza, reforçando que “o gosto de nos expressarmos a cantar é algo que nos é, a todos, comum e natural”, por isso pretende cativar este colectivo a fazê-lo num ambiente descontraído e bem disposto.

As actividades propostas estarão, assim, ao alcance de todos os que queiram explorar e conhecer melhor este fantástico instrumento.

Formadora: Mariana Vergueiro

Workshop de Canto para Jovens

Sexta-feira, 15 de Abril de 2011

Horário: 15h às 18h

Inscrições: 10 euros

Destinatários: jovens e adolescentes

Esta oficina destina-se a todos os jovens que gostem de cantar, queiram descobrir mais sobre as suas potencialidades neste campo e pretendam alargar horizontes relativamente ao gosto pela Música.

A formadora, Mariana Vergueiro, pretende captar a atenção e interesse deste público para diversos aspectos, sejam técnicos ou expressivos, sendo o principal objectivo desta tarde a prática, exploração e diversão com os formandos.

Assim, não existirão barreiras estilísticas: teremos todo o gosto em receber jovens que gostem de qualquer género, seja Pop, Hip-Hop, Beatbox, Jazz, Rock….

Enfim, não há barreiras para as actividades que se irão desenvolver ao longo desta tarde, que se pretende ser didáctica, mas acima de tudo, divertida e bem passada, sempre à volta do Canto e da expressão musical através da voz.



Formadora: Mariana Vergueiro


Mariana Vergueiro nasceu em 1987 no Porto e o seu gosto pela música revelou-se cedo, quando começou a estudar Piano aos oito anos. O Jazz surgiu mais tarde, ao longo do seu percurso académico em pintura na Faculdade de Belas Artes, sendo que actualmente frequenta o Curso de Canto Jazz na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo – Porto.

Paralelamente à formação superior, concluiu o curso de formação de Animadores Musicais na Casa da Música (em 2009) sendo que o trabalho com grupos - sejam estes de jovens, adultos, Músicos ou não - é uma das áreas de maior interesse na sua actividade como professora e formadora.

Lecciona a disciplina de Canto no Instituto de Música do Clube Literário de Porto e tem uma carreira activa e diversificada como cantora de Jazz.

Masterclass de Guitarra com Aires Pinheiro


O Instituto de Música CLube Literário do Porto vai realizar um Masterclass de Guitarra, com o professor Aires Pinheiro, nos dias 12, 13 e 14 de Abril de 2011, na primeira semana das férias da Páscoa.

Horário: 15h às 19 horas

Local: Clube Literário do Porto

Inscrições:

Participantes/30 euros pelos três dias

Ouvintes/10 euros pelos três dias



As inscrições podem ser feitas no Clube Literário do Porto ou através do email institutodemusica.clp@gmail.com


Aires Pinheiro – Guitarra

Aires Pinheiro iniciou os estudos musicais na Escola de Música Vasco da Gama de Fornelo. Aos catorze anos dedicou-se ao estudo da guitarra como autodidacta. Em 1996 ingressou na Academia de Música de S. Pio X de Vila do Conde, na classe de Guitarra de Mário Adélio Amorim. Durante o seu percurso nesta Academia, foi bolseiro da Fundação Dr. Elias de Aguiar, concluindo o Curso Complementar com a classificação final de vinte valores.

Em 1999, obteve o 1º Prémio do Concurso Nacional de Guitarra Legatto. Participou em Cursos de Aperfeiçoamento Musical sob orientação de Artur Caldeira, Paulo Vaz de Carvalho, José Pina, Margarita Escarpa, Julius Kurauskas,Ken Murray,Josef Zsapka,Gunnar Spjuth,Franz Haslaz, Betho Davezac, Alberto Ponce e Leo Brouwer.

Em 2002 foi admitido na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto (ESMAE), na classe de Guitarra de José Pina, concluindo em 2007 o grau de Bacharelato e em 2008 o grau de Licenciatura.

Estreou obras do compositor Eduardo Patriarca e colaborou com vários grupos de Música de Câmara. Tocou a solo para a Antena 1 e Antena 2 da RDP. Apresenta-se regularmente a solo e a duo com a violinista Patricia Lopes em várias cidades portuguesas e espanholas.

Integra o Corpo Docente das Escolas de Ensino Artístico Especializado: Companhia da Música (Braga), Escola de Música de Leça da Palmeira e Academia de Música de S. Pio X de Vila do Conde.

Alguns dos seus alunos têm sido premiados em competições nacionais e internacionais de Jovens Músicos.

Actualmente frequenta o Mestrado em Música da Universidade de Aveiro sob a orientação do Professor Doutor Paulo Vaz de Carvalho.

ESPORTES - NOTÍCIA - VALDIR BRITO JÚNIOR INICIA A LUTA POR BI


Leia em

MIDIANEWS - R$ 1,3 milhão para um videoblog

Compatível com o mercado. Bethânia poderia gastar até mais de R$ 1,3 milhão com videoblog


Internautas brasileiros se revoltaram com a notícia de que o Ministério da Cultura autorizou a cantora Maria Bethânia a captar R$ 1,3 milhão para o blog "O Mundo Precisa de Poesia”, que reunirá vídeos com interpretações da cantora para grandes obras.

Os 365 vídeos, um para cada dia do ano, serão dirigidos por Andrucha Waddington, famoso cineasta. O valor do blog e a escolha do cineasta para dirigir os vídeos causaram polêmica. Muitos internautas questionam se Maria Bethânia não conhece o Wordpress, Blogspot e YouTube, ferramentas gratuitas.

Os valores
Para criar um blog institucional completo muitas empresas cobram entre R$ 10 e 20 mil. Por esse motivo, os internautas questionaram os valores. No entanto, para a gravação de vídeos, uma produtora cobra, em média, entre R$ 10 e R$ 15 mil a diária, o que permite a gravação de até quatro vídeos. Levando em conta esses números, a cantora gastaria mais de R$ 1,3 milhão apenas com 365 clipes.

Mesmo assim, os internautas dizem estar indignados. Os termos Maria Bethânia, #bolsablog, Andrucha, Lei Rouanet, e MinC dominam o Trending Topics Brasil, como um dos assuntos mais comentados no Twitter. O nome da cantora também aparece no TT mundial.

“Ela nunca ouviu falar em Blogspot? Puta falta d sacanagem! MariaBethânia terá R$ 1,3 milhão (do gov.) p/ criar blog” - @MarioComR

“Quantos grupos teatrais, de dança, quantos músicos sofrem para serem aprovados na Lei Rouanet e a Maria Bethania consegue a aprovação...” - @fabiorocha89j

Um internauta lançou “O blog da Bethânia – Um milhão de motivos para você acessar”, para satirizar a cantora.

No final da tarde desta quarta-feira (16/3), o Ministério da Cultura divulgou uma nota, em que esclarece que projeto de Maria Bethânia foi aprovado, mas que a autorização para captar o dinheiro em empresas e instituições não garante a verba, apenas permite que a cantora busque os recursos.

Em todo caso, o dinheiro público, ainda que indiretamente, faz parte da polêmica, já que as empresas que apoiarem o blog poderão abater, do imposto de renda, o valor doado ao projeto da cantora.

Confira a íntegra da nota:

Nota de Esclarecimento
Em relação à aprovação do projeto de blog da cantora Maria Bethânia para captação via Lei do Audiovisual, o Ministério da Cultura informa:
• O projeto em questão (Pronac 1012234) foi aprovado pela Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC), que reúne representantes de artistas, empresários, sociedade civil (de todas as regiões do país) e do Estado;
• Esta aprovação, que seguiu estritamente a legislação, não garante, apenas autoriza a captação de recursos junto à sociedade;
• Os critérios da CNIC são técnicos e jurídicos; assim, rejeitar um proponente pelo fato de ser famoso, ou não, configuraria óbvia e insustentável discriminação;
• Todas as reuniões deliberativas da CNIC têm transmissão em áudio em tempo real pelo site do MinC (
www.cultura.gov.br), acessível a qualquer cidadão.
Assessoria de Comunicação do Ministério da Cultura

info de Comunique-se

terça-feira, 15 de março de 2011

Evento - Teoria Mimética: A obra de René Girard


Teoria Mimética: A obra de René Girard - Aula abordará o livro "A Violência e o Sagrado"



clique para ampliar

EVENTO - Lançamento -O traço, a letra e a bossa:


O traço, a letra e a bossa: literatura e diplomacia em Cabral, Rosa e Vinicius
Roniere Menezes
Área: Literatura | Crítica
Coleção: Humanitas
2011. 320 p.


Este livro estabelece diálogos entre a produção artístico-literária dos escritores-diplomatas João Cabral de Melo Neto, João Guimarães Rosa e Vinicius de Moraes e o discurso das modernidades tardias no Brasil. Os textos analisados voltam-se para espaços periféricos e para o homem comum. A escrita diplomática, de caráter oficial, aproxima-se da escritura: discurso permeado pela transdisciplinaridade, pela imaginação estética e pelo cuidado ético.

Sobre o autor

Roniere Menezes é doutor em Literatura Comparada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e professor do curso técnico, da graduação em Letras e do mestrado em Estudos de Linguagens do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG).

Lançamento:

19 de março de 2011 | Sábado| Das 11 às 14 horas

Café com Letras (Rua Antônio de Albuquerque, 781, Savassi – BH/MG)


LANÇAMENTO DA