quinta-feira, 21 de março de 2013

A OUSADIA DE SERGE GAINSBOURG NA CAIXA CULTURAL CURITIBA



Edgard Scandurra e o grupo Les Provocateurs homenageiam o músico francês que marcou época no cenário mundial


A CAIXA Cultural Curitiba traz para a capital paranaense, no próximo sábado (30) e domingo (31), o guitarrista Edgard Scandurra, ex-Ira!, interpretando a obra do gênio da música francesa, Serge Gainsbourg, acompanhado pelo grupo Les Provocateurs. O show apresenta ao público a obra de um dos mais representativos e completos artistas, ícone da cultura francesa, autor de sucessos como “Je t'aime moi non plus”, “Rock Around the Bunker“ e “Ballade de Melody Nelson”.

Em 2008, na comemoração dos 80 anos de nascimento de Gainsbourg, Scandurra iniciou encontros com amigos para versões semiacústicas das melhores músicas do compositor francês. Os encontros aconteceram em seu bistrô, na capital paulista, Le Petit Trou (cujo nome saiu de uma letra de Gainsbourg). O grupo era formado pela sua esposa Andréa Merkel, Arnaldo Antunes, Bárbara Eugênia, Alex Antunes, Rodrigo Carneiro, e o cantor francês Chris Hidalgo. Ao grupo foram se somando outros músicos e cantores, surgindo então o grupo Les Provocateurs. Explorando a iconografia de Gainsbourg, o VJ e produtor cultural Eduardo Beu preparou um repertório de imagens que acompanha a trajetória temporal do repertório do show.

Scandurra e seu grupo escolheram as mais representativas músicas do francês, inclusive algumas cantadas em português, em versões criadas por Arnaldo Antunes e Alex Antunes. A ideia é mostrar ao público brasileiro a riqueza musical das composições de Gainsbourg, que transitam tranquilamente entre a chanson francesa, o reggae e o rock, com muita naturalidade, sempre apontando caminhos a serem seguidos por um numero cada vez maior de artistas, que se revelam seus franco admiradores.

Nomes como Arnaldo Antunes, Marisa Orth, Wanderleya, Thiago Petit e Guilherme Arantes, já se apresentaram em participações especiais com o grupo e trouxeram a sua visão do universo gainsbourguiano, para adequar um pouco à percepção brasileira a rica verve do compositor francês. Para esta apresentação, na CAIXA Cultural Curitiba, o grupo convidou o cantor e compositor Fausto Fawcett, que também já se apresentou outras vezes com o grupo.

Serge Gainsbourg:
Artista que alavancou o pop francês por quase quatro décadas, criou lindas canções e inesquecíveis melodias, provocantes e sedutoras. Revelou muitos cantores e, principalmente, cantoras. Tem como característica um espírito provocador e ousado, misturando de maneira energética e genial o psicodelismo, o jazz e ritmos exóticos. O Les Provocateurs homenageia também suas musas intérpretes: Françoise Hardy, France Gall, Anna Karina, Jane Birkin e Brigitte Bardot.

Ficha Técnica:
Voz e Guitarra: Edgard Scandurra
Vozes Femininas: Bárbara Eugênia, Juliana R. e Andréa Merkel
Voz: Chris Hidalgo
Percussão: Michelle Abu
Bateria: Claudio Fontes
Baixo: Henrique Alves
VJ: Eduardo Beu
Convidado especial: Fausto Fawcett

Serviço:
Serge Gainsbourg por Edgard Scandurra e Les Provocateurs
Local: CAIXA Cultural Curitiba – Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 30 e 31 de março de 2013 (sábado e domingo)
Hora: às 19h e às 21h (duas apresentações por dia)
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntista CAIXA)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça-feira a sexta-feira das 12h às 20h, sábado das 16h às 20h e domingo das 16h às 19h)
Classificação etária: Não recomendado para menores de 16 anos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)

Perdidos Em Shangri-la - Uma História Real de Sobrevivência e Aventuras de Mitchell Zuckoff


Perdidos Em Shangri-la - Uma História Real de Sobrevivência e Aventuras

de  Mitchell Zuckoff



Shangri-la, é uma criação literária de 1925 do inglês James Hilton, Lost Horizon (Horizonte Perdido), é descrito como um lugar paradisíaco situado nas montanhas do Himalaia, sede de panoramas maravilhosos e onde o tempo parece deter-se em ambiente de felicidade e saúde, com a convivência harmoniosa entre pessoas das mais diversas procedências. Shangri-la será sentido pelos visitantes ou como a promessa de um mundo novo possível, no qual alguns escolhem morar, ou como um lugar assustador e opressivo, do qual outros resolvem fugir. O romance inspira duas versões cinematográficas nas décadas seguintes.

No mundo ocidental, Shangri-la é entendido como um paraíso terrestre oculto

O LIVRO


Em 13 de maio de 1945, vinte e quatro soldados americanos embarcaram em um avião cargueiro para um passeio sobrevoando Shangri-La, um lindo e misterioso vale no coração das selvas montanhosas da Nova Guiné Holandesa. Quando o avião caiu, milagrosamente, três passageiros conseguiram escapar: Margaret Hastings, John McCollom e Kenneth Decker. Sua única chance era enfrentar uma angustiante descida pela encosta da montanha, em uma jornada que os levaria direto ao território de uma supersticiosa tribo, a qual jamais tivera contato com a civilização.





Livro da madrugada de Lelita Oliveira Benoit

 


Livro da madrugada

de Lelita Oliveira Benoit


No de Paginas:
80

Sobre o ivro de Lelita, Maria Lúcia Dal Farra escreve - "Este livro irradia (na esteira de Novalis) a certeza de que poesia e filosofia não se estranham. Que o real é absolutamente verdadeiro porque é poesia e, para o caso, é lirismo de paixão, que transborda por todos os poros, à flor da escrita. Aqui, o amor é o fim último da história do universo que uma pessoa é, a bênção estelar que se exerce no corpo; este, o templo mais sagrado e sublime, a morada, o solar onde a amada aguarda o amado para tocar os céus.

Sua autora, doutora em filosofia, pesquisadora de mão-cheia, opera nesta obra a desoras, como poetisa entre a vigília e o sono, na esfera do puro devaneio, banhada pela luz do provisório e do incerto (peleja entre trevas e luz), na garantia de uma realidade tão absoluta que se torna surreal. A palavra, indecisa entre os seus múltiplos enlaces, revela, nessa ação, a delicada contingência, abrindo-se para os grandes enigmas do lusco-fusco, do intermédio, nesse regime de exceção que o princípio de prazer faz vigorar.

Coisa de mulher, acima de tudo, estes poemas evocam uma tresnoitada Mariana Alcoforado, assim como também a Amiga do cancioneiro medieval galaico-português, cuja alba ou alva é a aurora em que este Livro da Madrugada acorda: a despedida do inesperado visitante, a sua partida para o retorno aguardado, o afastamento para o pronto regresso... pelo corredor incomensurável do tempo! Aquilo que o sonho gesta e os impulsos incontroláveis das sensações ditam como escrita ou canto solitário (e incluam-se aí medos, passagens secretas, mistérios, compartilhamentos) é a matéria de que esta obra se nutre. Estrelas no alto, conturbado o coração.

E é no centro desta poética que nasce uma árvore. Seus galhos são pontes, ligações perigosas, pontas do amor que trançam uma rede (um poema a outro se remete) irrigando os vasos comunicantes: galhos frondosos que se enroscam na pele (nesta se enredando), num corpo que é enervações de planta (canais abertos), espraiando por tudo a sua floração, os seus perfumes, as suas raízes, a sua música – a sua semente. A Primavera é então esse novo e antigo lugar para o amor, brotado das entranhas luminosas da reinventada terra prometida, fruto do “saber que cuida” - idílica lavra de palavras. E, então, como não se lembrar das floradas florbelianas, que se esparramam por todos os cantos daquela Charneca em Flor?

Desse modo se visita o imo do corpo (“a fonte das múltiplas águas”), onde é pura a carne e leve o espírito, onde se acha a “dor fincada qual ágata” e onde o coração é apenas “dançarino”. Uma “inteligência silenciosa e branca” a tudo preside e perpassa com uma leveza que invoca os valores do etéreo e do noturno fugaz, sempre em trânsito: nuvens, voos, águias, folhas, ventos, céus, música, bálsamos, brilhos, brisa, luz, perfume: palavras.

Palavras de intensa experiência amorosa, ainda úmidas do prazer e da alegria do amor, jorradas do ritmo da respiração do repouso ou dos “enlaçamentos sensuais”, à tenuidade da lua ou da extrema escuridão – assim o Livro da Madrugada de Lelita Oliveira Benoit. Poemas em prosa que anunciam a “mágica do reconhecimento”, o prodígio do “encontrar o que é em mim mesma igual”. Espelho (ainda que à meia luz) que só a absoluta paixão poética consente. "


Um Lançamento


Lançamento de livro de Purushatraya Swami - Sanidade Espiritual

É com imenso prazer que convidamos a todos para o lançamento do aguardado livro de reflexões de Purushatraya Swami

SANIDADE ESPIRITUAL
Reflexões do Aqui e do Porvir
Crônicas - Artigos - Ensaios
Dias 29, 30 e 31 de março em Goura Vrindávana (Paraty/RJ)

Aniversário de Curitiba terá muita música nas Ruínas de São Francisco






Um fim de semana com muita música e performances teatrais marca a programação de aniversário da cidade, preparada pela Prefeitura Municipal.  Neste sábado (23), a Fundação Cultural de Curitiba e o Sesi-PR (Serviço Social da Indústria – Paraná) fazem das Ruínas de São Francisco, no Centro Histórico, palco privilegiado para algumas das principais bandas da cidade, além de contar com o grupo gaúcho Apanhador Só. Outra atração fica a cargo da produção do Festival de Teatro de Curitiba, que disponibilizou artistas de renome para intervenções nos intervalos dos shows.

A iniciativa, que proporciona à população o acesso gratuito a importantes manifestações culturais, tem início às 14h, com a apresentação da banda MUV. Às 15h, será a vez do grupo ruído m/m, seguido pela Big Time Orchestra, que mostra sua produção a partir das 16h. O show da banda Namastê e Michelle Mara acontece às 17h30, seguido pelos espetáculos da Charme Chulo, às 18h20, e Lemoskine, às 19h20.

Para encerrar a agenda musical do sábado, sobe ao palco, às 20h40, a banda gaúcha Apanhador Só, com uma produção de rock que alia letras poéticas à musicalidade inventiva. Sucesso de público e da crítica especializada, o grupo possui um disco e três compactos gravados e deve lançar um novo trabalho ainda este ano.

Entre os shows, a música cede lugar à arte teatral, com a participação de atores integrantes do Festival de Teatro de Curitiba, que farão espetáculos de improviso. As encenações permitem que os espectadores confiram o talento de artistas que invadem teatros curitibanos de 26 de março a 7 de abril, num dos festivais mais importantes do Brasil.

E a festa não fica restrita às Ruínas. A ÓTV irá gravar todos os shows, que irão ao ar durante a programação semanal da emissora, além de transmitir ao vivo os dois últimos espetáculos, contribuindo para a valorização e divulgação do trabalho dos músicos. O canal está disponível para assinantes da TV por assinatura NET (canal 11), mas pode ser visto pela internet através do site http://www.otv.tv.br/.



Comemoração em toda a cidade – A programação alusiva ao aniversário de 320 de Curitiba também oferece espetáculos gratuitos de músicos locais em diferentes regiões da cidade, durante o mês de março. As apresentações acontecem em parques, escolas e Ruas da Cidadania, em diversos dias, sempre das 13h às 18h. As comunidades contam com atrações em seus próprios bairros, numa celebração democrática, que contempla toda a população.

Outro acontecimento musical que promete agitar os curitibanos é o flash mob (aglomeração instantânea de pessoas para uma determinada ação) programado para acontecer simultaneamente no Mercado Municipal e na Regional Boa Vista, às 11h do dia 23 (sábado), a cargo dos integrantes do projeto “Nosso Canto”, que é desenvolvido pela Fundação Cultural, sob a coordenação de Eli Siliprandi.

E no dia 29 (sexta-feira), data em que Curitiba completa 320 anos, o Madrigal Em Cena, mais um grupo da Fundação sob o comando de Eli Siliprandi, interpreta cantos sagrados na Igreja do Carmo (Boqueirão), às 15h, 16h30 e 18h.

E a música não é a única expressão artística que integra a agenda elaborada pela Fundação Cultural. O mês de março inteiro oferece programas nas áreas das artes visuais, teatro, circo, cinema, literatura e dança, criando uma maratona de cultura e diversão para os curitibanos e visitantes descobrirem a cidade. Confira a relação completa dos eventos no site www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br.



AGENDA | Destaques de 21 a 27 de março

clique para ampiar

Mad Sin em São Paulo neste domingo (24) no Inferno Club




Mad Sin comemora 25 anos de carreia no Inferno Club dia 24 de março

Neste domingo (24/03), o Inferno Club recebe a lendária banda alemã Mad Sin, em única apresentação. Os expoentes do psychobilly europeu apresentam um show especial fazendo um apanhado de seus 25 anos de carreira com direito a vários clássicos. A atual formação da banda é Koefte Deville (vocal), Valle (baixo e vocal), Matt Vüdü (guitarra), Stein aka "Dr. Solido" (guitarra), Andy Laaf (bateria) e Hellvis (backing vocal).

Os ingressos estão à venda na Galeria do Rock (Loja 255), na Barbearia 9 de Julho e na bilheteria do Inferno Club.

A banda paulista Krents abre o show.


Trailer Oficial Mad Sin 25 Years::http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=3D1YCxRPM78

Serviço

Dia: 24 de março (domingo)

Show: Mad Sin

Abertura: Krents

Local: Inferno Club

Endereço: Rua Augusta, 501 - Consolação

Horário: 18h

Preço: 1º lote R$60 / 2º lote R$70 / 3º lote R$80

Pontos de venda:

Galeria do Rock - Rua 24 de Maio, 62 - Loja 255 - Centro

Barbearia 9 de Julho - Rua Augusta, 1371 - loja 105 - Consolação

Ingresso online: www.liberationstore.net

Informações: 11 3120 4140 / www.infernoclub.com.br

Censura: 14 anos

Capacidade: 300 pessoas

UFO anuncia nova turnê pelo Brasil


A lendária banda UFO está de volta ao Brasil para uma nova série de apresentações pelo país.



Depois de muitos rumores e especulações por toda América Latina, a lendária banda UFO está de volta ao Brasil após três anos. A produtora Main Stage SP orgulhosamente confirmou, até o momento, quatro apresentações pelo país. Os shows acontecem em Rio de Janeiro (08/05 - Teatro Rival), Goiania (09/05 – Bolshoi Pub), São Paulo (11/05 - Carioca Club) e Porto Alegre (12/05 - Teatro CIEE). Mais informações no serviço abaixo.

Considerado um dos grupos mais importantes do Rock mundial e influencia declarada de Steve Harris, baixista do Iron Maiden, os britânicos recentemente lançaram um novo single digital "Wonderland" via SPV/Steamhammer, que foi extremamente bem recebido tanto pelos fãs como pela mídia. O último full lenght "Seven Deadly" (2012) foi gravado pelo renomado produtor Tommy Newton, no estúdio Area 51, em Celle, na Alemanha.

A formação UFO atual continua a consistir dos três membros originais, Phil Mogg (vocal), Paul Raymond (guitarra, teclados) e Andy Parker (bateria), bem como o guitarrista Vinnie Moore.

Confira um super video dos músicos em Paris, em http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=bEGSFk1eevI.



Serviço São Paulo
Main Stage SP orgulhosamente apresenta UFO no Brasil
Data: 11/05/2013 - sábado
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros - (11) 3813-8598
Hora: 19h
Ingressos: Die Hard (Galeria do Rock), bilheteria do Carioca Club – (à venda a partir de 21/03)
Ingresso online: www.ticketbrasil.com.br e em todos os seus pontos credenciados (12x s/juros no CC + taxa de conveniência)
Valores promocionais do 1º lote para compras até o dia 10 de abril:
Pista - R$90,00 | Camarote - R$140,00
Valores promocionais do 2º lote:
Pista - R$100,00 | Camarote - R$150,00
Valores do 3º lote (à venda apenas no dia do show na bilheteria do Carioca Club):
Pista - R$110,00 (Estudantes e Idosos) | Inteira: R$220,00
Camarote - R$160,00 (Estudantes e Idosos) | Inteira: R$320,00
Infos: www.mainstagesp.com.br
Imprensa: press @theultimatemusic.com – (13) 9161.6267

Casa Hoffmann comemora 10 anos com programação especial de dança







A Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento comemora 10 anos de atividades neste sábado (23), com uma programação especial de grupos de dança de estilos variados – dança contemporânea, dança de salão, sapateado, dança-teatro, hip-hop e folclore gaúcho. As apresentações têm início ao meio-dia e seguem até às 18h30, com as portas abertas à comunidade.

No mesmo dia, às 20h, será apresentado o espetáculo Des-Plante, com a bailarina mineira radicada em Salvador, Laura Pacheco. A coreografia mistura dança contemporânea, vídeo e performance. Influenciada pelos choques culturais ocasionados pelas passagens por vários lugares do mundo, Laura Pacheco faz da relação de seu corpo, com o ambiente e com os outros, objeto de seu questionamento. Entre os temas trazidos por Laura estão a imigração no desafio de expor-se e observar-se em trânsito em terras estrangeiras.  O projeto foi selecionado pelo Prêmio Procultura de Estímulo ao Circo, Dança e Teatro da Funarte e está circulando neste mês de março por sete capitais brasileiras. Após o espetáculo, acontece também um bate-papo com a bailarina e outros artistas do projeto.

A Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento é a unidade da Fundação Cultural de Curitiba responsável pela promoção das estéticas do movimento. É um local de referência para artistas e outros profissionais com atuação nas áreas de dança, teatro, artes plásticas e educação. As atividades contam com a infraestrutura necessária ao desenvolvimento artístico, apoiadas em biblioteca, videoteca e cursos ministrados por artistas e coreógrafos. O imóvel, construído em 1890 e catalogado como unidade de interesse de preservação do município, foi totalmente restaurado e abriga o Centro de Estudos do Movimento desde 23 de março de 2003.



Serviço:

Comemoração dos 10 anos da Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento. Apresentações de dança contemporânea, dança de salão, sapateado, dança-teatro, hip-hop e folclore gaúcho.

Local: Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento (Rua Claudino dos Santos, 58 – Setor Histórico)

Data: 23 de março de 2013 (sábado), a partir do meio-dia. Às 20h, apresentação do espetáculo Des-Plante

Entrada franca.

Informações: (41) 3321-3232

26º BRASILEIRO DE MOTO AQUÁTICA: DADO RODRIGUES LIDERA EM CINCO CATEGORIAS



O gaúcho Darcinei Rodrigues, de Porto Alegre, venceu todas as categorias que disputou na abertgura do campeonato. Agora reinicia os treinamentos se preparando para a segunda etapa, ainda sem local e data confirmados.

O gaúcho Darcinei Rodrigues, o Dado, lidera cinco categorias no 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski). O piloto de Porto Alegre mostrou nos dias 16 e 17, em Pereira Barreto (SP), que não está para brincadeira e é sério candidato aos títulos da Runabout Aspirado Stock (foi campeão em 2012), Runabout Aspirado Limited, Runabout Aspirado GP, Super Course Aspirado Stock e Super Course Aspirado Limited.

O final de semana foi bastante positivo para o gaúcho, que venceu sete das oito baterias disputadas Na temporada passada conquistou um título e obteve quatro segundos lugares. Esse ano tentará garantir o título em todas. Para manter a liderança da competição, Dado retomará os treinamentos nos próximos dias, se preparando para a segunda etapa, que ainda não tem data e local confirmados.

Na categoria Ski Stock, o vencedor foi Davi Prado, de Goiânia, garantiu a vitória, seguido pelo paulista Luiz Alberto Marques Filho, de Araquara. Na Ski Aspirado GP ganhou o argentino Cristian Fernan Taube.

Os vencedores da primeira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jetski) foram os seguintes: categoria Ski Stock – Davi Prado – Goiânia (GO) Ski Aspirado GP – Cristian Fernan Taube – Argentina; Runabout 1500 GP – Giovane de Assis – Guaíba (RS); Runabout Aspirado Stock – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Aspirado Limited – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Turbo GP – Antonio Claros – Bolívia; Super Course Aspirado Stock – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Super Course Aspirado Limited – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Super Course Aspirado GP – Fabiano da Silva - Canoas (RS); Runabout Aspirado GP – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Turbo Stock –Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Runabout Turbo Limited– Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Super Course  Turbo Stock – Israel Pereira – Guaíba (RS); Super Course Turbo Limited – Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Super Course Turbo GP –Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP);

A primeira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jetski) foi uma realização da BJSA - Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA - International Jet Sports BoatingAssociation. Produção - CPM7 FullPromotion. Patrocínio - Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto e Câmara Municipal. Apoio - GAP Óculos Esportivos, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET, JET TRACTION, FULL POWER Energy Drink,  PICAPAU KAWASAKI RACING, Revista BOAT Shopping e RWM Studio, Photojetski e site Bombarco. O evento contou com a supervisão da Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros.

Editora Biruta lança "A maravilhosa terra de Oz", de L. Frank Baum

clique para ampliar



PROGRAMAÇÃO CINEMATECA | 22 A 28 DE MARÇO DE 2013



Dia 22 (programação final)

MOSTRA INTERNACIONAL DA FRANCOFONIA
A Cinemateca de Curitiba se une às comemorações do Dia Internacional
da Francofonia, comemorado em 20 de março no mundo inteiro, com uma
mostra de filmes que ilustram a diversidade francófona, em parceria com o
Bureau du Quebec e a Aliança Francesa
A Francofonia é o conjunto de povos diversos vivendo em cinco continentes,
ligados de alguma maneira pela língua francesa.
Ingresso gratuito

17h30
XEQUE-MATE | Joueuse ( França, 2008, drama, 100’ - digital)
Direção : Caroline Bottaro. Com Sandrine Bonnaire e Kevin Kline.
Num vilarejo da Córsega, a vida de Hélène, moça apagada e discreta, é feita
de dias que se seguem e se parecem iguais. Ela trabalha como faxineira num
hotel e é aparentemente feliz com o marido, Ange, e sua filha de quinze anos,
Lisa. Sua vida modesta e monótona parece não ter chance de mudar.
Tudo muda porém no dia em que ela fica fascinada ao surpreender um jovem
casal muito sedutor de americanos que jogam xadrez na varanda de seu quarto
de hotel. No início intrigada e depois apaixonada por este jogo, Hélène mobiliza
todos os recursos com obstinação para dominar as regras do xadrez até a
perfeição.
Classificação 14 anos

19h30
INCÊNDIOS | Incendies (Canadá, 2010, drama, 130’ - digital)
Diretor: Denis Villeneuve
Elenco: Lubna Azabal, Mélissa Désormeaux-Poulin, Maxim Gaudette, Rémy
Girard, Allen Altman.
Jeanne e Simon são irmãos gêmeos e acabaram de perder a mãe, Nawal
Marwan. No seu testamento, Nawal pede que seja enterrada sem caixão e sem
que haja qualquer lápide em seu túmulo. Ela deixa também dois envelopes, um
a ser entregue ao pai dos gêmeos e outro para o irmão deles. Apenas após a
entrega de ambos é que será possível colocar uma lápide. Só que Jeanne e
Simon nada sabem sobre a existência de um irmão e acreditavam que seu pai
estava morto. É o início de uma jornada em busca do passado da mãe, que os
leva até ao Oriente Médio.
*Concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2011
Classificação 14 anos

De 23 a 25
PROJETO VOLTA ÀS TELAS CURITIBA 320 ANOS

Para comemorar os 320 anos de Curitiba, a Cinemateca abre seu programa
Volta as Telas com filmes paranaenses que remetem à cidade ou suas
histórias.
Ingresso gratuito

Dia 23
20h
EM BUSCA DE CURITIBA PERDIDA (BR/PR,2001- 14’ – ficção – 35mm)
Direção: Estevan Silvera.
Baseado no livro de Dalton Trevisan que preserva o texto integral dos contos
originais.
JOÃO BAPTISTA DA LUZ DOS PINHAIS (BR/PR, 2012 – 85’ – documentário
- digital). Direção: Estevan Silvera.
Documentário sobre a história do cineasta paranaense João Baptista Groff,
pioneiro na documentação de fatos históricos e eventos ocorridos no estado do
Paraná entre 1920/1950. Groff foi quem realizou os principais registros sobre a
Curitiba do início do século XX. (Digital)
Classificação livre

Dia 24
20h
ESTOMAGO (BR/PR, 2007 ,113’ – ficção - digital)
Direção : Marcos Jorge, com João Miguel, Babu Santana e Fabiula
Nascimento
Raimundo Nonato (João Miguel) vai para a cidade grande na esperança de
uma vida melhor. Contratado em um bar, descobre seus talentos culinários. A
cozinha é uma grande descoberta para Raimundo, que consegue uma casa,
relacionamentos sociais e um amor: a prostituta Iria (Fabiula Nascimento).
Classificação 14 anos

Dia 25
20h
MYSTÉRIOS(BR/PR -2009 – 90’ – ficção – 35mm)
Direção: Beto Carminatti e Pedro Merege Com Stephany Brito e Carlos
Vereza.
Quatro histórias envolvendo suspense e muito mistério. Inspirado na obra “O
mez da grippe”, de Valêncio Xavier, vencedora do prêmio Jabuti em 1999.
Classificação 14 anos

Dia 26
20h
LANÇAMENTO DO FILME PELOS TRAÇOS DE POTY (BR/PR, 2013 – 15’ –
documentário - digital). Direção: Karla Nascimento. Direção de fotografia: Beto
Carminatti e trilha original de Rodrigo Janiszewiski e Fabiano O’Tiziu.
Nascido em Curitiba no dia 29 de março de 1924, Poty Lazzarotto faria 89
anos em 2013. A vida e a obra do artista, em especial os imensos painéis que
retratam o cotidiano dos paranaenses são o foco do documentário de Karla
Nascimento, produzido com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.
Sessão seguida de debate, com presença da diretora e da equipe.

Foi um dos três selecionados em 2012 para realizar transfer para 35 mm pelo
Centro Técnico AudioVisual /MINCTAV. Filmado inteiramente na cidade de
Curitiba, o documentário biográfico aborda a vida e a obra do grande artista
plástico Poty Lazzarotto.
Classificação livre

De 27 de março a 07 de abril de 2013
MOSTRA DE CINEMA PALCO E PLATÉIA
A sétima arte não fica de fora da programação da 22ª edição do Festival de
Curitiba. Entre 27 de março e 7 de abril, a Cinemateca se transforma em
palco e exibe produções do Galpão Cine Horto, projeto do grupo Galpão que
conta com Chico Pelúcio na direção. Em homenagem ao ano da Alemanha no
Brasil, incluímos filmes sobre o teatro germânico em parceria com o Goethe-
Institut. A Mostra de Cinema Palco e Plateia é realizada desde 2010, com
apoio do Canal Brasil e da Cinemateca de Curitiba e traz ainda a pré-estreia da
segunda temporada da série PALCO E PLATEIA e os programas da primeira
temporada. O programa aborda o universo de alguns dos principais grupos
teatrais brasileiros, assim como do próprio teatro.
Ingresso gratuito
Classificação 12 anos

Dia 27/03
20h
Pré-estréia nacional da segunda temporada do Programa Palco e Plateia
do Canal Brasil com a presença do diretor do Programa Pedro Flores da
Cunha. O programa é apresentado por José Wilker e faz um panorama das
artes cênicas no Brasil, mostrando o universo dos principais grupos teatrais
nacionais.

Dia 28/03
18h
PINA BAUSCH ( Alemanha, 2006 – 43’ - digital). Direção: Anne Linsel
Anne Linsel procura desvendar o fenômeno do extraordinário êxito
internacional da grande coreógrafa alemã, por meio de trechos de cenas de
espetáculos e de entrevistas.

20h
DANÇA QUE FAZ SONHAR | Tanzträume (Alemanha, 2010 – 89’ - digital).
Direção: Anne Linsel.
Depois de Kontakthof mit Damen und Herren ab 65' (Pátio de encontros com
senhoras e senhores acima de 65 anos), a coreógrafa Pina Bausch propõe
uma versão para adolescentes entre 14 e 18 anos que nunca dançaram
nem sequer subiram nos palcos. Este documentário registra os treinos e as
experiências vividas durante a montagem do espetáculo.

Dia 29/03
18h e 20h
CRISE REPRODUTÓRIA | Reproduktionskrise, Die (Alemanha, 2007 – 84’
- digital). Direção: Jörg Adolph e Gereon Wetzel

A escritora Mirjam Neidhart entrevista várias pessoas sobre o desejo de ter
filhos e a diretora Simone Blattner ensaia com seis atores no teatro Thalia de
Hamburgo, para construir uma peça com o material. O filme traz um duplo olhar
sobre as dificuldades da reprodução na vida e no teatro.

Dia 30/03
18h
CRISE REPRODUTÓRIA | Reproduktionskrise, Die (Alemanha, 2007 - 84’ -
digital). Direção: Jörg Adolph e Gereon Wetzel.
A escritora Mirjam Neidhart entrevista várias pessoas sobre o desejo ter
filhos e a diretora Simone Blattner ensaia com seis atores no teatro Thalia de
Hamburgo para construir uma peça com o material. O filme traz um duplo olhar
sobre as dificuldades da reprodução na vida e no teatro.
20h
DANÇA QUE FAZ SONHAR | Tanzträume (Alemanha, 2010 – 89’ - digital).
Direção: Anne Linsel.

Dia 31/03
20h
FETO 13 ANOS - Teatro, Encontros & Memória (BR/MG,
2012). Documentário de Alexandre de Sena, sobre a história do FETO –
Festival Estudantil de Teatro, criado em 1999, em Belo Horizonte. O Festival
atinge um grande número de estudantes, contribui para seu desenvolvimento
e sua formação como profissionais da área teatral e ainda estimula o gosto do
público pelas artes cênicas. Lançamento em Curitiba.

Dia 01
GRUPO GALPÃO EM VÍDEO
O Grupo Galpão é uma das companhias mais importantes do cenário teatral
brasileiro. Criado em 1982, o grupo desenvolve um teatro que alia rigor,
pesquisa, busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande
poder de comunicação com o público. Ao longo de sua trajetória, o Grupo
participou de mais 40 festivais internacionais e cerca de 70 nacionais. Os
vídeos detalham o processo de produção do Grupo.

18 e 20h
FLOR MINHA FLOR – 1992:2012 (2012/2013 -24’ – documentário). Argumento
e concepção: Chico Pelúcio. Direção: Chico Pelúcio e Rodolfo Magalhães.
Uma foto tirada de uma plateia em 1992 desperta a memória de alguns
espectadores presentes na apresentação do “Romeu e Julieta” do Grupo
Galpão, na Praça do Papa, em Belo Horizonte.Em uma entrevista anterior
à reestreia em 2002, essas pessoas se deparam com a foto onde elas
aparecem vinte anos antes. Dias após a entrevista elas vão assistir ao mesmo
espetáculo, no mesmo local, sentadas nos mesmos lugares, acompanhadas
dos filhos e amigos oriundos desses 20 anos.

PARA TCHEKHOV (2012/2013 – 50’)
Baseado em histórias curtas e satíricas escritas pelo autor russo para os
jornais de Moscou no final do século XIX, este filme reafirma a atualidade e
o espírito crítico das palavras e dos temas abordados por Anton Tchékhov

em sua obra. "Para Tchékhov" faz parte do projeto "Viagem a Tchékhov",
um mergulho do Grupo Galpão sobre a obra de um dos autores mais
importantes de todos os tempos. Com: Antônio Edson, Beto Franco, Chico
Pelúcio, Eduardo Moreira, Fernanda Vianna, Inês Peixoto, Júlio Maciel, Lydia
DelPicchia, Paulo André, Rodolfo Vaz, Simone Ordones e Teuda Bara.

Dia 02
18 e 20h
UMA BREVE HISTÓRIA DE VIAGEM OU IMPERATIVO NEGATIVO (2011 –
16’ – curta documentário).
Direção: Chico Pelúcio
Sobre a Jully, uma menina de 13 anos das barrancas do Rio São Francisco,
que pela primeira vez assiste a uma peça de teatro.

CINEMA INSTANTÂNEO ( 2007 – 60’) . Curtas: Quebrada, Sem Título, Último
Café e É só brincar.
Coordenado pelo preparador de atores para cinema Sérgio Penna, os atores
do Grupo Galpão mergulharam no desafio e experimentação que resultaram
em 4 curtas realizados a partir das improvisações. Os 4 diferentes curtas se
basearam no material dramático criados pelos atores sem roteiro ou ideias pré-
concebidas. Com a presença do diretor do “Flor Minha Flor” e integrante
do Grupo Galpão Chico Pelúcio.

Dia 03
18 e 20h
TRICOTEIOS (2008 – 17’)
Ficção de Eduardo Moreira, Cristiane Zago e Rodolfo Magalhães. É um
mergulho no mundo da fofoca e da maledicência do interior mineiro.

PORTUNHOL- VIAGEM AO CHILE (2013 – 65’)
Documentário de Inês Peixoto.
Tendo como linha mestra os ensaios do Grupo Galpão, visando a transposição
do espetáculo "Till, a saga de um herói-torto" do português para o espanhol,
motivado pela participação do grupo no festival "Santiago A Mil", no Chile,
este documentário revela, com simplicidade e humor, os bastidores de uma
companhia teatral em busca de maior comunicação com o público de outro
país.

Dia 04
PROGRAMA PALCO E PLATEIA.
Exibição dos programas da primeira temporada (2011).
18h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Chica Carelle e
Marcio Meirelles - 50 ‘
20h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Aderbal Freire Filho e
Charles Moeller. 50’

Dia 05

18h e 20h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Bibi Ferreira e Miguel
Falabella – 50’
20h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Bia Lessa e Amir
Haddad - 50 ‘

Dia 06
18h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Rodolfo Vasquez e
Eduardo Moreira - 50’
18h e 20h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Hamilton Vaz Pereira e
Gutti Fraga - 50 ‘

Dia 07
18h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Gabriel Vilela e
Antunes Filho - 50 ‘
20h
Palco e Plateia/Canal Brasil - Primeira Temporada com Bibi Ferreira e Miguel
Falabella – 50’

Cinemateca
Rua Carlos Cavalcanti, 1174, São Francisco
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às
22h30. Sábados e domingos, das 14h30 às 22h30.
Informações: (41) 3321-3252

PROGRAMAÇÃO CINE GUARANI | 22 A 28 DE MARÇO DE 2013



De 22 a 28 de março de 2013 – 16h (de terça a domingo):

BRICHOS II – A FLORESTA É NOSSA (BR, 2012 – 82’ – animação – 35mm).
Direção: Paulo Munhoz. Elenco de vozes: Marcelo Tas, Antonio Abujamra,
Fabiula Nascimento e André Abujamra, entre outros.
Os animais da Vila dos Brichos devem se unir para lutar contra a destruição da
floresta em que vivem por investidores-terroristas internacionais.
Classificação livre
Ingresso pago: R$5,00 (inteira) – R$2,50(meia) – R$1,00 (aos domingos)

De 22 a 28 de março de 2013 – 18h e 20h (de terça a domingo)

TRAÇO CONCRETO (BR/PR, 2012 – 70’ – documentário - digital)
Direção: Danilo Pschera e Eduardo Baggio

Traço Concreto é um documentário em longa-metragem que registra três
experiências arquitetônicas em Curitiba. Três períodos da arquitetura moderna
são enfocados, tendo como personagens principais as próprias residências. Do
nascimento de um projeto até a demolição da obra, a linha temporal seguida é
a idade da casa. O documentário propõe uma interpretação inédita e particular
do movimento moderno.
Classificação livre
Ingresso pago: R$5,00 (inteira) – R$2,50(meia) – R$1,00 (aos domingos)

Portão Cultural
Cine Guarani
Av. República Argentina, 3430 - Portão
Funcionamento: de terça a domingo, sessões normalmente às 16h, 18h e 20h
O acesso ao Cine Guarani a partir das 19h é pela portaria do estacionamento
Fone: 3345-4051

Vanguart prepara novo álbum





Gravando há três semanas no recém reformado Estúdio Tambor, no Rio de Janeiro, o Vanguart prepara o 3º álbum. Com 12 composições inéditas, o conceito é muito mais ensolarado que o trabalho anterior, considerado denso por alguns. "Nunca imaginei que pudéssemos fazer um disco tão pop, no melhor sentido da palavra", afirma o vocalista Helio Flanders. As canções refletem o momento profissional e pessoal dos integrantes da banda, segundo eles, muito mais leve e feliz.


Com produção conjunta de Rafael Ramos e Vanguart, o sucessor de “Boa Parte de Mim Vai Embora” será lançado em julho pela Deck e terá a presença da violinista Fernanda Kostchak, agora integrante fixa do grupo. Se no disco anterior a banda contou com novos sons como trompete e violino, o terceiro traz ainda mais novidades como incursões de clarinete, lap steel e mandolim.

Saldos na Cotovia!!!


Nova Loja Chocolat du Jour

Nova Loja Chocolat du Jour

conta com mesas ao livre para

a degustação de suas criações e drinks

a base de chocolate.







A Chocolat du Jour acaba de

abrir a sua nova loja nos Jardins,

que fica na  mesma rua Haddock Lobo,

mas agora entre as ruas

Oscar Freire e Alameda Lorena,

no número  1421- Páteo Jardins.



A identidade visual da loja

foi mantida,  e o novo projeto

ganhou um  charmoso espaço,

com mesas ao ar livre,

para a degustação na loja

de  suas criações e também os drinks,

como o Choco Chaud,

o tradicional chocolate quente,

e o Choco Frappé,

um delicioso coquetel de verão,

feito a  partir do seu chocolate Premium e

batido com gelo.







Um programa perfeito para

as tardes de quem circula pela região.



Chocolat du Jour

Rua Haddock Lobo, 1421- Páteo Jardins.

Entre as ruas Oscar Freire e Alameda Lorena

Horário de funcionamento:

Segunda a Sábado: das 10h  às 20h

No mês de  março a loja fica aberta aos domingos  das 12h às 18h.

Capacidade das mesas ao ar livre: 12 lugares

A partir de abril, fechado aos domingos

Cartões de crédito (American Express, Diners, Mastercard, Visa)

Cartões de débito (Maestro, Rede Shop, Visa Electron)

Faz delivery pelo (11) 3168-2720

Museu de Arte Sacra recebe “Opus” de Fábio Schneider





Inaugura no Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba – Masac, às 11h deste domingo (24), a exposição “Opus”, do artista plástico Fábio Schneider.  Madeira, tubos e fios de cobre, chapas de latão e alumínio compõem os trabalhos do artista que utiliza técnicas variadas, entre elas a colagem, para criar obras impregnadas de simbolismo cristão. A mostra permanece aberta à visitação do público até o dia 12 de maio de 2013. A entrada é franca.

No texto de apresentação da exposição, Fábio Schneider revela que seus trabalhos foram influenciados pelo contato que teve com a obra do psiquiatra e psicanalista suíço Carl Gustav Jung. No livro “O Espírito na Arte e na Ciência”, Jung afirma a importância do inconsciente em nossas vidas. Para o psicanalista, o inconsciente é portador de um "centro ordenador" que trabalha de forma compensadora com o consciente, e a arte é uma das formas que agem nesse sentido.

“Opus em latim significa trabalho, obra. A arte, também para além da elucubração estética, é labuta, não somente no sentido do labor, mas algo que brota do fundo da alma”, ressalta Fábio. O artista lembra, ainda, que a madeira e o metal têm ligação com a sua infância: “Nas casas dos descendentes de alemães era comum o uso do fogão a lenha, tendo o porão como depósito da lenha. Do porão para as brincadeiras era um pulo”.

Com essa exposição, Fábio revisita o seu passado, recorda a formação cristã e presta uma homenagem póstuma ao seu pai: “Ele tinha o hábito de recolher qualquer tipo de metal que achasse na rua”, diz o artista, mostrando a importância desse material em suas obras.

Formado em Educação Artística com habilitação em Artes Plásticas pela Faculdade de Artes do Paraná – FAP, mesma instituição pela qual se tornou especialista em Metodologia do Ensino da Arte, Fábio Schneider atua como arte-educador em escolas públicas e privadas. Como artista plástico mantém um ateliê desde 2005, desenvolvendo pesquisas e produção artística, principalmente no universo da tridimensionalidade. Em seu currículo constam várias exposições em espaços culturais de Curitiba.



Serviço:

Exposição “Opus”, do artista plástico Fábio Schneider.

Local: Museu de Arte Sacra da Arquidiocese de Curitiba – Masac (Rua Claudino dos Santos, ao lado da Igreja da Ordem – Largo da Ordem – Setor Histórico).

Data: de 24 de março (abertura às 11h) a 12 de maio de 2013.

Horário de visitas: de terça a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h; sábados e domingos, das 9h às 14h.

Entrada franca.

CENA POP? Lançamento DVD Live In Jurunas - Gaby Amarantos

Gaby Live in Jurunas é bem mais que um show. É um retrato das origens de uma estrela que o Brasil acompanha diariamente na internet e na TV.
Em frente a própria casa, o filme registra Gaby Amarantos um ano antes do meteórico estouro nacional: é ali que ela canta para vizinhos, transeuntes, moderninhos, bêbados e crianças, em um palco com menos de 60cm de altura. No Jurunas, Gaby não é "exótica" e muito menos novidade - ela é apenas a filha de seu Conrado e de dona Elza, que cresceu entre os desfiles de quadrilha, uma escola de samba e festas de aparelhagem. Ela faz parte do lugar, é componente e, ao mesmo tempo, reflexo dessa estética tão própria da periferia do Brasil.
Você está convidado para o lançamento deste novo trabalho, resultado da parceria entre os diretores Priscilla Brasil e Vincent Moon, das produtoras Greenvision e Petites Planètes, a acontecer na Rua Nova Segunda 122, Jurunas, em 23 de abril de 2013.

Camerata Antiqua celebra o 320º aniversário de Curitiba





Os acordes da obra de Johann Sebastian Bach (1685 – 1750), executados pela Camerata Antiqua, homenageiam Curitiba no mês em que a cidade completa 320 anos. O concerto que leva ao público a Missa em Si Menor BWV 232, sob a regência do maestro mineiro Luís Otávio Santos, marca também a abertura da temporada 2013 de espetáculos do grupo curitibano, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo.

As apresentações, na Capela Santa Maria Espaço Cultural, acontecem nos dias 22 de março (sexta-feira), às 20h, e 23 de março (sábado), às 18h30. Neste ano, a Camerata acrescenta às suas performances breves palestras de especialistas, numa iniciativa para disseminar a produção de grandes compositores. O convidado para a primeira edição dessa proposta é o maestro Osvaldo Colarusso, que tem atuado frente às principais orquestras do país, acumulando a regência de mais de 500 concertos. A palestra antecede as apresentações e, no dia 22, começa às 19h15, sendo que no dia 23 tem início às 17h45. 

“A excelência do trabalho da Camerata Antiqua de Curitiba é referenciada com a série de palestras, que até o final do ano reunirá comentaristas para abordar obras de autores consagrados, abrindo ao público novas janelas para a apreciação musical”, destaca o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli.

Em 2013, a Camerata Antiqua, formada por Coro e Orquestra, mantém a tradição de executar obras monumentais nos eventos que marcam a cultura ocidental, tendo como convidados regentes nacionais e estrangeiros. Embora fiel às suas origens, dedicando-se à produção barroca, o grupo amplia o repertório, incorporando composições de autores de outras épocas, além de realizar apresentações com representantes de diferentes linguagens musicais.

Um exemplo dessa postura é o espetáculo que a Orquestra de Câmara de Curitiba – parte instrumental da Camerata – apresenta no mês de novembro, atuando junto com o Uakti. O grupo mineiro desenvolve um trabalho inédito, construindo seus próprios instrumentos a partir de materiais inusitados como vidro, metais, pedras, borracha e até água, deles tirando sons inimagináveis. Todas as composições e arranjos do programa são de autoria do Uakti, criados especialmente para orquestra de cordas.

Outra novidade na programação da Camerata Antiqua é a “Série Ritornello”, dedicada àqueles que construíram uma carreira musical erudita em Curitiba e hoje integram importantes instituições em outros países. O virtuosismo do grupo curitibano extrapola fronteiras e permite turnês como a do Coro da Camerata Antiqua de Curitiba, que representará o Brasil na Bienal de Coros em Aachen (Alemanha), no mês de junho.



Concerto de aniversário – “A Missa em Si Menor BWV 232, concebida numa escala monumental, é um dos picos mais altos do gênio humano. Numa entrevista que tive com Villa-Lobos, ele disse emocionado que realizou a execução dessa obra com seus professores no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, mas o fez de joelhos!”, revela nas notas do programa o maestro emérito da Camerata, Roberto de Regina.

A Missa é farta em drama e simbolismo e muito se tem discutido sobre como Bach, devoto protestante, escreveu uma missa católica. Entretanto, como lembra Roberto de Regina, “desde a Reforma, missas latinas eram normalmente escritas por músicos protestantes e o ordinário da missa era usado na Igreja Evangélica Alemã. Apenas o dogma romano era repudiado”.

O cuidado da Camerata às nuanças da interpretação da música antiga ganha a regência segura de Luís Otávio Santos, que contará, ainda, com cantores convidados para o espetáculo. Sobem ao palco nomes que são expressões da música erudita e desenvolvem carreiras internacionais: as sopranos paranaenses Marilia Vargas e Luciana Melamed, o contratenor mineiro Pedro Couri Neto, o tenor catarinense Marcos Liesenberg e o barítono austríaco Norbert Steidl.



O regente – Luís Otávio Santos é formado em violino barroco pelo Koninklijk Conservatorium Den Haag (Holanda). Nos 15 anos em que morou na Europa, o músico atuou em destacados grupos, sendo spalla e solista, desde 1992, da renomada orquestra barroca belga “La Petite Bande”, dirigida por Sigiswald Kuijken. Com a orquestra tem realizado turnês por toda Europa, China, Japão, México, Argentina, Colômbia e Chile, além de gravar dezenas de CDs e programas de televisão para as televisões belga, francesa e japonesa.

O músico ainda liderou outros conjuntos europeus, entre eles “Ricercar Consort” (direção de Philippe Pierlot), “Le Concert Français” (direção de Pierre Hantai), “Nederlandse Bachverening” (direção de Gustav Leonhardt) e “Den Haag Baroque Orchestra”. Foi professor de violino barroco na “Scuola di Musica di Fiesole”, em Florença (Itália), de 1997 a 2001, e no “Conservatoire Royal de Musique de Bruxelles”, de 1998 a 2005.

Na sua discografia solo destacam-se a integral das Sonatas de Johann Sebastian Bach, ao lado do cravista Peter-Jan Belder, para o selo holandês Brilliant; As Quatro Estações de Vivaldi com La Petite Bande, pelo selo belga Accent; e as Sonatas para violino de J. M. Leclair, para o selo alemão Ramée, gravação que recebeu o prêmio “Diapason d´Or”, a maior distinção francesa concedida a um registro fonográfico.

Luís Otávio Santos integra o conselho artístico da Camerata Antiqua de Curitiba, além de responder pela direção artística do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora (MG), que tem mais de 20 anos de história. Nesse evento é também regente da Orquestra Barroca do Festival, que já gravou nove CDs e um DVD com obras brasileiras e europeias, em registros inéditos no Brasil.

Em 2007, Luís Otávio Santos foi agraciado com o título de Comendador da Ordem do Mérito Cultural, concedido pelo Governo Federal e o Ministério da Cultura por seu envolvimento com a cultura nacional e reconhecimento à carreira internacional. Também é fundador e coordenador do Núcleo de Música Antiga da EMESP – Escola de Música do Estado de São Paulo, no qual ministra aulas de violino barroco desde 2008.



Serviço:

Aniversário de 320 anos de Curitiba

Apresentações da Camerata Antiqua de Curitiba, sob a regência de Luís Otávio Santos, na abertura da temporada 2013 de concertos, patrocinada pelo Ministério da Cultura e pela Volvo. No programa está a Missa em Si Menor BWV 232, escrita por Johann Sebastian Bach (1685 – 1750).

Datas e horários: dias 22 de março (sexta-feira) – palestra do maestro Osvaldo Colarusso às 19h15 e concerto às 20h; e 23 de março de 2013 (sábado) – palestra do maestro Osvaldo Colarusso às 17h45 e concerto às  18h30.

 Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia-entrada)

Local: Capela Santa Maria – Espaço Cultural (Rua Conselheiro Laurindo, 273 – Centro)

CASEY SPOONER (EUA) CONVOCA CURITIBANOS PARA DJ SET NO JAMES





“Sou como Superman, sou muito “nerdy” e discreto, um pouco tímido, então rasgo minhas roupas e posso voar. Mas somente quando necessário ou quando há uma emergência. Uma emergência cultural.” É assim que se define Casey Spooner, integrante do duo nova-iorquino Fisherspooner, que vem para o James apresentar seu DJ set na festa Alta Fidelidade desta sexta-feira (22.03).



“Só recentemente comecei a tocar como DJ com meu próprio nome. Não toco nada de Fisherspooner e não canto ao vivo. Só toco músicas que gosto, mais como house, tech house e techno”, conta Casey, em entrevista exclusiva para o James.  O artista visita o Brasil pela quinta vez e, enquanto monta a peça Hamlet ao lado do The Wooster Group, aproveita para fazer sua turnê em solo tupiniquim.



Uma boa oportunidade para visitar outros lugares, já que esteve somente em São Paulo em todas as oportunidades que esteve por aqui. “Vim me apresentar com o Fisherspooner no Skol Beats de 2004 e depois estive aqui em 2008 para uma apresentação na Bienal de São Paulo e também já toquei como DJ duas outras vezes. Mas somente estive em São Paulo e desta vez irei ver mais do Brasil e passar o máximo que puder por aqui.”



E o que há de Fisherspooner quando Casey se apresenta sozinho? “Fisherspooner é um mundo muito específico, que sempre foi como algo da vanguarda emergindo em meio ao entretenimento popular. É maior do que eu como indivíduo e desenvolvo certa parte neste mundo. Mas sou muito diferente desse personagem no meu cotidiano.”



“Sou um artista performático muito versátil. Faço um série de coisas diferentes. Não penso em termos de gêneros. Gravito mais entre as pessoas e as ideias. Fiz um álbum solo de rock em 2011. Fiz um remix que soou como dark techno no último álbum do R.E.M., de uma canção chamada ‘Blue’, com Patti Smith nos vocais, em 2012. E estou trabalhando novamente com Warren Fisher em novas canções do Fisherspooner”, complementa

Casey está ansioso para encontrar um lugar culturalmente tão miscigenado e uma plateia tão faminta por novidades. “Eu amo essa mistura de culturas no Brasil, é muito excitante para mim. Me faz parecer como um entediado rapaz branco dos Estados Unidos”, diverte-se. E convida para a Alta Fidelidade no James: “Mostre-me o que tem Curitiba!”


ALTA FIDELIDADE recebe CASEY SPOONER (Fischerspooner - EUA) - DJs residentes Ale Dantas e Claudinha Bukowski. DJ convidado internacional CASEY SPOONER (EUA). LISTA FIDELIDADE valendo bônus, a partir das 13h, na fanpage da festa no Facebook. Nesta sexta-feira (22.03), a partir das 22h. Entradas a R$ 20 (com bônus ou na lista) e R$ 25.


JAMES
Av. Vicente Machado, 894. Curitiba/PR.
INFORMAÇÕES PARA O PÚBLICO E RESERVAS: (41) 3222-1426. Formas de pagamento: Todos os cartões de débito, Créditos Amex, Diners, Master, Visa e Visa Vale Refeição.

Hoje - Trio instrumental RdT lança o álbum “Elo” em show gratuito nesta quinta (21)



Grupo de jazz contemporâneo tem suas músicas em playlists de rádios internacionais

No dia 21 de março, às 20h, o grupo instrumental RdT apresenta as músicas do seu terceiro álbum, “Elo”, na Escola Souza Lima, nos Jardins. O show faz parte da turnê de lançamento do novo trabalho. Formado pelo guitarrista Walter Nery, pelo contrabaixista Guto Brambilla e pelo baterista Fernando Baggio, o trio jazzístico RdT traz a fusão dos conceitos rítmicos e harmônicos em suas composições. 

Em seu terceiro disco, “Elo”, o trio paulistano mescla diversos elementos, usando a linguagem do jazz contemporâneo como guia. No repertório do show, “Sarayu”, “Liv” e “Délicatesse”, composições de Fernando Baggio, “Incidental”, canção composta por Walter, e a suíte “Sky” e “Rabbit Experimente”, criações de Guto Brambilla.

O som contemporâneo do RdT viaja através das ondas do rádio e tem as faixas de seu mais recente trabalho executadas por importantes web radios internacionais, como a Blulight Gallery.

Mais informações: http://www.rdtmusic.com.br

Serviço
Show: RdT - Lançamento de "Elo"
Data: 21/03 (quinta)
Horário: 20h
Local: Escola Souza Lima
Endereço: Rua José Maria Lisboa, 745 - Jardins - São Paulo
Informações: 11 3884 9149
Entrada Franca

Nublu Jazz traz para o Brasil cenário do Estúdio Laborg inspirado em Nan June Paik



Robert Glasper, Roy Ayers, Calibro 35, Love Trio, Headhunters e Marcos Paiva Sexteto são as atrações do festival


Nos próximos dias 21, 22 e 23 São Paulo recebe o Nublu Jazz Festival nos SESC Belenzinho e Ribeirão Preto. O evento traz destaques do jazz contemporâneo como o ganhador do Grammy de melhor álbum de R&B Robert Glasper, a banda Headhunters e o consagrado Roy Ayers, entre outros.


O cenário, preparado especialmente para o festival, segue a mesma ideia. Transportando para a cenografia um dos conceitos que o jazz e suas vertentes propõem, de desfragmentação da música, o Estúdio Laborg criou um videowall influenciado pelo trabalho do consagrado artista coreano Nan June Paik.


Quarenta telas de TV LCD de 3 tamanhos diferentes serão “desorganizadamente” montadas no fundo e em cima do palco, envolvendo as bandas em uma espécie de túnel “desfragmentador” de imagens. As TVs cumprem um importante papel de célula rítmica visual, que acompanhará a frequência melódica e rítmica de cada música. O conteúdo apresentado explora cores, imagens ao vivo dos shows e animações gráficas. Assim, a mesma estrutura cenográfica produz resultados estéticos diversificados que representam os diferentes artistas que fazem parte da programação:

21/3 às 21h30

Roy Ayers (EUA) / Love Trio (EUA) com participações de João Parahyba e Lanny Gordon

22/3 às 21h30

Headhunters (EUA) / Calibro 35 (Itália)

23/3 às 21h30

Robert Glasper Experiment (EUA) / Marcos Paiva Sexteto (Brasil)


Sobre os artistas:

Love Trio

O festival abre com o grupo de um dos sócios-fundador do Nublu, Ilhan Ersahin. Ele toca saxofone e rhodes no inventivo Love Trio, que ainda tem Kenny Wollesen (bateria e percussão) e Jesse Murphy (baixo) na formação. Tendo como base o dub e o rocksteady, mas com influências do jazz e sonoridades turcas, o resultado dos estilos variados vem ampliando as possibilidades de composição e improvisação do trio.

Trabalhando muitas vezes com artistas convidados, o Love Trio vem ao Brasil para tocar com os renomados músicos brasileiros; o lendário guitarrista Lanny Gordin e o baterista João Parahyba, do Trio Mocotó. O Love Trio continua, desta maneira, abrindo fronteiras e estabelecendo parcerias musicais ao redor do mundo.


Roy Ayers

O vibrafonista/vocalista Roy Ayers figura entre os mais conhecidos, mais amados e respeitados artistas de jazz/R&B ainda em evidência. Na cena musical já há quatro décadas, ele é conhecido como o padrinho do neo-soul. Sua carreira começou como um premiado vibrafonista de jazz até tornar-se um popular bandleader de R&B e figura icônica ainda em alta demanda, cuja música tem sido sampleada pelos artistas que fazem os sucessos do hip-hop atual, incluindo Mary J. Blige, Erykah Badu, 50 Cent, A Tribe Called Quest, Tupac e Ice Cube. Nesse show ele se apresentará com a seguinte formação: Roy Ayers (vibrafone, teclado e vocal), Donald Nicks (baixo), Lee Pearson (bateria), Ray Gaskins (saxophone e teclado), Mark Adams (teclado) e John Pressley (vocal).

http://royayers.net


Calibro 35

Quinteto italiano formado em 2007 por adoradores de vinil e raridades musicais, que mistura elementos do rock, jazz e funk, muitas vezes fazendo trilhas para cinema ou inspirado por elas. Com mais de 3 álbuns e incontáveis singles e compilações, o Calibro 35 já rodou o mundo com seus shows suingados e potentes. O quinteto é formado por Massimo Martellotta (guitarra), Enrico Gabrielli (teclados e saxofone), Luca Cavina (baixo), Fabio Rondanini (bateria) e Tommaso Coliva (produção e regência).

http://www.calibro35.net/



Headhunters

Completamente interligado ao legendário Herbie Hancock, os Headhunters tem redefinido o funk moderno, o jazz e o world music nas décadas que se passaram desde que Hancock produziu o primeiro encantamento do grupo para seu álbum homônimo de 1973. As primeiras gravações da banda incluem “Survival of the Fittest”, que apresentou o hino funk “God Make Me Funky”, uma das canções mais sampleadas do jazz/fusion na história da música moderna. A música do Headhunters é complexa, porém é uma mistura harmoniosa de muitos estilos e gêneros, abrangendo o mundo todo, da África à Broadway. O grupo é aclamado por seus conceitos musicais pioneiros e inovadores. Em 2012 eles lançaram um novo CD (“Platinum”), dramático e estarrecedor, que abriga gêneros e gerações, à medida que primorosamente perpassa hip-hop, jazz, funk até rap e R&B.

HTTP://www.headhuntersplatinum.com/


Marcos Paiva Sexteto

Em fevereiro de 2012, Marcos Paiva lançou o CD “Meu Samba no Prato – Tributo a Edison Machado”, no qual homenageia a estética do sambajazz brasileiro dos anos 60 e 70, em particular o antológico disco do baterista Edison Machado, “Edison Machado é Samba Novo”. Muito elogiado pela imprensa, esse é a base do show que irá apresentar. Para celebrar este grande músico, Marcos Paiva compôs canções inspiradas no LP “Edison Machado é Samba Novo” e fez arranjos das músicas “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso, e “Acender as Velas”, de Zé Ketti. Ele apresenta esta homenagem ao lado de seu sexteto MP6.

http://marcospaiva.com/



Robert Glasper Experiment

Ganhador do Grammy na categoria “Melhor Álbum de R&B”, pelo genial “Black Radio”, o habilidoso pianista Robert Glasper apresenta, no Nublu Festival, seu jazz muito pessoal, com influências do hip hop e do rap. Com 5 álbuns de carreira e diversas colaborações com outros artistas, como Maxhell, Q-Tip e MeShell Ndgeocello ele vai mostrar porque é considerado um dos grandes nomes da música black atual. No Brasil ele tocará com sua banda; Casey Benjamin (saxofone), Derrick Hodge (baixo) e Chris Dave (bateria).

http://robertglasper.com/

Serviço
Nublu Jazz Festival

Datas: 21, 22 e 23 de março

Local: Sesc Belenzinho

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000 - Belenzinho  - São Paulo

Informações: Tel. (11) 2076-9700 / www.sescsp.org.br/belenzinho

Capacidade: 500 pessoas

Proibido para menores de 18 anos

Duração: 2h

Preço: R$32 (inteira) / R$16 (usuário matriculado no Sesc e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) / R$8 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes)

Ingressos à venda pela rede INGRESSOSESC (unidades do Sesc) a partir de 01/03
Estacionamento para espetáculos com venda de ingressos:

R$6 (não matriculado) / R$3 (matriculado no Sesc - trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo / usuário)

Mundo Pensante promove noite de gafieira



Grupo João de Barro embala os fãs da boa música com repertório variado

O Mundo Pensante agita as noites paulistanas com uma noite especial de gafieira, no próximo dia 22 de março, às 23h30, como parte do projeto “Sexta Dançante”. A atração da programação é o grupo João de Barro.

Com repertório variado focado na música brasileira, o Grupo João de Barro oferece ao público os sambas de compositores e intérpretes consagrados, sobretudo aqueles que marcaram época nos shows de Elis Regina, João Bosco, Beth Carvalho e Noel Rosa. Inspirados no conceito da cultura boêmia, a banda leva os clássicos da gafieira ao palco do Mundo Pensante.



 Serviço:

Dia: 22 de março (sexta-feira)

Show: Grupo João de Barro

Local: Mundo Pensante

Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista

Horário: 23h30

Preço:   R$ 15

Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/

Censura: 18 anos

Produtores podem acompanhar andamento dos editais do Fundo Municipal da Cultura




            A Fundação Cultural de Curitiba disponibilizou em sua página na internet um sistema que permite aos proponentes de projetos culturais acompanhar o andamento dos trabalhos do Fundo Municipal da Cultura. Os dados serão atualizados semanalmente, possibilitando aos interessados verificar em que fase de análise encontra-se cada edital lançado.
Também estará disponível e em permanente atualização a relação dos inscritos nos editais, o que permite aos proponentes confirmar o recebimento dos envelopes com as propostas, pela Diretoria de Incentivo à Cultura. Em breve, o mesmo sistema será implantado para acompanhamento dos trabalhos do Mecenato Subsidiado. O link para acesso aos dados referentes ao Fundo Municipal da Cultura é http://www.fccdigital.com.br/leidoincentivo/textos.asp?id=118 .

CLAROS, DENINHO E DADO SÃO DESTAQUES NA ABERTURA DO 26º BRASILEIRO DE MOTO AQUÁTICA


O boliviano Antonio Claros, o paulistano Denísio Casarini Filho e o gaúchjo Dacinei Rodrigues, de Porto Alegre, tiveram excelente performance no sábado e domingo, na praia Pôr-do-Sol, em Pereira Barreto, no interior paulista.



O boliviano Antonio Claros, o paulistano Denísio Casarini Filho, Deninho e o gaúcho Darcinei Rodrigues, o Dado, de Porto Alegre, foram os destaques da etapa de abertura 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski). As disputas foram  realizadas no sábado e domingo (16 e 17) na praia do Pôr-do-Sol, situada a margem direita do Rio Tietê, no reservatório da Usina de Três Irmãos, em Pereira Barreto, no Noroeste paulista. Os três tiveram excelente performance na estreia da competição, que reuniu 36 pilotos de vários Estados e convidados internacionais

A novidade na temporada é a premiação, que além dos troféus os participantes receberam prêmios em dinheiro, num total de R$ 15 mil. “Esse valor é dividido pelo número total de inscrições e dividido proporcionalmente pelo número de pilotos de cada categoria. É um incentivo a mais que estamos dando aos competidores, que prestigiam a mais tradicional competição da modalidade no país”, destacou Luiz Marcelo Teixeira, presidente da Associação Brasileira de Moto Aquática (jet ski)

Claros venceu as duas baterias na categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade, e lidera na classificação geral do 20º  Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) com 20 pontos. Na segunda posição ficou o Deninho, seguido pelo paulista Reinaldo Cangueiro, de Fernandópolis.

“Foi um final de semana bastante positivo, pois venci uma categoria e obtive três segundo lugares. Mas senti que estou precisando melhorar o preparo físico e vou me dedicar mais na preparação para as próximas etapas”, analisou o piloto boliviano, que ainda foi segundo na Super Course Turbo Limited, Super Course Turbo GP e Runabout Turbo Limited.

Deninho conquistou quatro vitórias na primeira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski), nas categorias Super Course T.urbo GP, Super Course Turbo Limited, Runabout Turbo Stock e Runabout Turbo Limited. Também garantiu a segunda posição na Super Course Turbo Stock, atrás do gaúcho Israel Pereira, de Guaíba.

“Sofri um acidente de moto há dois anos, fraturei o fêmur e agora que estou me sentindo recuperado. As baterias que participei foram muito disputadas e as marolas dificultaram bastante a pilotagem. O nível técnico dos competidores está muito bom e esse Campeonato Brasileiro promete muito. Tenho me dedicado bastante nos treinamentos, porque meu objetivo é fazer um boa preparação para o Mundial, que acontece em outubro, nos Estados Unidos”, destacou o paulistano.

O gaúcho Dado foi outro destaque no final de semana em Pereira Barreto e lidera em quatro categorias Runabout Aspirado Stock, Runabout Aspirado Limited, Runabout Aspirado GP e Super  Course Aspirado Limited. Além disso, terminou em segundo na Super Course  Aspirado Stock, numa disputa acirrada com o também gaúcho Fabiano da Silva, de Canoas, que levou a melhor.

Os vencedores da primeira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski), foram os seguintes: categoria Ski Aspirado GP – Cristian Fernan Taube – Argentina; Runabout 1500 GP – Giovane de Assis – Guaíba (RS); Runabout Aspirado Stock – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Aspirado Limited – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Turbo GP – Antonio Claros – Bolívia; Super Course Aspirado Stock – Fabiano da Silva – Canoas (RS); Super Course Aspirado Limited – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Super Course Aspirado GP – João Mateus Nunes dos Santos – Porto Alegre (RS); Runabout Aspirado GP – Dado Rodrigues – Porto Alegre (RS); Runabout Turbo Stock – Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Runabout Turbo Limited – Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Super Course  Turbo Stock – Israel Pereira – Guaíba (RS); Super Course Turbo Limited – Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP); Super Course Turbo GP – Denísio Casarini Filho – São Paulo (SP);

A primeira etapa do 26º Campeonato Brasileiro de Moto Aquática (jet ski) foi uma realização da BJSA - Associação Brasileira de Jet Ski, com homologação da IJSBA - International Jet Sports Boating Association. Produção - CPM7 Full Promotion. Patrocínio - Prefeitura da Estância Turística de Pereira Barreto e Câmara Municipal. Apoio - GAP Óculos Esportivos, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET, JET TRACTION, FULL POWER Energy Drink,  PICAPAU KAWASAKI RACING, Revista BOAT Shopping e RWM Studio, Photojetski e site Bombarco. O evento contou com a supervisão da Marinha do Brasil e Corpo de Bombeiros.



terça-feira, 19 de março de 2013

PRÊMIO PORTUGAL TELECOM ABRE INSCRIÇÕES E APRESENTA A CURADORIA 2013

PRÊMIO PORTUGAL TELECOM ABRE INSCRIÇÕES E APRESENTA A CURADORIA 2013
Começam nesta sexta-feira (15 de março) e se estendem até dia 7 de abril as inscrições para a 11ª edição do Prêmio Portugal Telecom. Os livros brasileiros inscritos devem ter a primeira edição no país entre 1º de janeiro e 31 de dezembro de 2012. Já as obras em primeira edição escritas em língua portuguesa e publicadas fora do Brasil devem ter sido editados no país de origem entre 1º de janeiro de 2009 e 31 de dezembro de 2012, desde que tenham sido publicados no Brasil em 2012. 
A inscrição deve ser feita no site www.premioportugaltelecom.com.br. O candidato deve preencher todos os campos e enviar quatro exemplares das obras, que devem apresentar o ISBN impresso no livro, para a Portugal Telecom, rua Cubatão, 320 – 4º andar – CEP 04013-001 – São Paulo. A inscrição estará completa com a validação da Curadoria e com o recebimento dos quatro exemplares pela Portugal Telecom.
Curadoria
A Curadoria 2013 é formada pela curadora-coordenadora e consultora literária da Portugal Telecom, Selma Caetano, pelo poeta Antonio Carlos Secchin (curador da categoria poesia), pelo escritor Luiz Ruffato (curador da categoria romance) e pelo escritor Marcelino Freire (curador da categoria conto/crônica). Além de receber os exemplares e validar as inscrições, a Curadoria 2013 indica o Júri Inicial, participa da composição de todos os júris e responde pelo resultado de todas as etapas do Prêmio. 
Estrutura
Em 2013, a inscrição ao prêmio será dividida em três categorias: poesia, romance e conto/crônica. As três categorias serão avaliadas separadamente, valorizando assim cada gênero em suas singularidades.
O Prêmio Portugal Telecom é realizado em três etapas, marcadas pela transparência de critérios. A sua estrutura democrática e a excelência e diversidade do corpo de jurados elege sempre um conjunto de finalistas efetivamente representativo do melhor da atual literatura em língua portuguesa.
Na primeira etapa a Curadoria convida até 300 conceituados profissionais do meio literário para compor o Júri Inicial. Cada um desses jurados indica, no site do prêmio, três livros de cada categoria entre as obras previamente inscritas para compor a lista dos 60 livros classificados (20 de cada categoria). Esse Júri escolhe também os júris das fases seguintes, entre seus membros.
Na segunda etapa o Júri Intermediário avalia as 60 obras classificadas na etapa anterior e elege os doze finalistas (quatro de cada categoria), votando em quatro livros de cada categoria.
Na terceira etapa o Júri Final escolhe o vencedor de cada categoria entre os doze finalistas da etapa anterior, e, depois de votar nos três vencedores, realiza nova discussão para eleger o Grande Prêmio Portugal Telecom 2013, entre os três vencedores.
Premiação
Prêmio Portugal Telecom Romance: R$ 50 mil reais
Prêmio Portugal Telecom Poesia: R$ 50 mil reais
Prêmio Portugal Telecom Conto ou Crônica: R$ 50 mil reais
Grande Prêmio Portugal Telecom 2013: + R$ 50 mil reais

Música de Câmara na Fundação Ema Klabin



Vencedor do Prêmio Carlos Gomes, Quarteto Camargo Guarnieri se apresenta dia 23 de março, com entrada franca



O Quarteto  Camargo Guarnieri abre a série Tardes Musicais da Fundação Ema Klabin que  nesse semestre irá evidenciar o universo da música de câmara.  O concerto acontece no próximo dia 23 de março (sábado), às 16h30, com entrada franca.

Formado por músicos de excelência no cenário da música erudita, o grupo  foi vencedor do prêmio Carlos Gomes em 2006 e possui um vasto repertório, tendo gravado três CDs, incluindo a obra completa para quarteto de Camargo Guarnieri pelo selo Y’Brazil.

Formado por  Elisa Fukuda, Ricardo Takahashi, Silvio Catto e Joel de Souza, o quarteto traz  no repertório obras  do compositor Tcheco, Antonín Dvořák e de Ludwig Van Beethoven.



Serviço:

Tardes Musicais – Música de Câmera 

CONCERTO : QUARTETO CAMARGO GUARNIERI

Data: 23/03/2013

Horário: 16h30

Entrada Gratuita

Lotação: 180  | Indicação: Livre

Visitação Gratuita ao Museu a partir das 15h.

Local: Fundação Ema Klabin

Rua Portugal, 43 – Jardim Europa – São Paulo. 01446-020

http: //emaklabin.org.br
 

Mundo Pensante - Programação de festas e shows : 22 a 28 de março

22/03 – “Sexta Dançante
Show: João de Barro
O Mundo Pensante agita as noites paulistanas com uma noite especial de gafieira, no próximo dia 22 de março, às 23h30, como parte do projeto “Sexta Dançante”. A atração da programação é o grupo João de Barro.
Com repertório variado focado na música brasileira, o Grupo João de Barro oferece ao público os sambas de compositores e intérpretes consagrados, sobretudo aqueles que marcaram época nos shows de Elis Regina, João Bosco, Beth Carvalho e Noel Rosa. Inspirados no conceito da cultura bôemia, a banda leva os clássicos da gafieira ao palco do Mundo Pensante.

 Serviço:
Dia: 22 de março (sexta-feira)
Show: Grupo João de Barro
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 23h30
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas


23/03– Festa Kandonghê
A festa temática “Kandonghê” tem como principal objetivo, difundir os mais diversos ritmos africanos, através da música e da dança.
DJs: Dago Donato
        Madruga
        O Jardim Elétrico
Dança: Lenna Bahule
          
Exposição: “Pinturas e Colagens”
Artista: Thiago Verde

 Serviço:
Dia: 23 de março (sábado)
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 22h
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas

28/03 – “Existe Bahia em São Paulo”
Show: Banda Aláfia

O coletivo de músicos idealizado por Eduardo Brechó, Aláfia, faz show na festa temática “Existe Bahia em São Paulo”, no Mundo Pensante. O grupo não segue estilos ou definições, mas apenas recebe influências do funk da década de 70, dos tambores que soam nos terreiros de candomblé e nas rimas dos MCs.

 Serviço:
Dia: 28 de março (quinta)
Local: Mundo Pensante
Endereço: Rua 13 de maio, 825 – Bixiga – Bela Vista
Horário: 00h
Preço:   R$ 20
Informações: 11 5082 2657/ http://www.mundopensante.com.br/
Censura: 18 anos
Capacidade: 150 pessoas